Redes Sociais

Últimas

Governo do Amazonas compra respiradores em loja de vinhos e paga 316% mais caro

Marcos Rocha

Publicado

em

Maurílio Rodrigues | Secom

No dia 8 de abril, o governo do Amazonas pagou R$ 2,9 milhões a uma loja de vinhos por 28 ventiladores pulmonares para tratar de infectados com a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Segundo o Conselho Regional de Medicina do Amazonas (Cremam), que considerou os equipamentos “inadequados” para pacientes contaminados com o vírus chinês, o valor unitário equivale a até quatro vezes o preço do aparelho em lojas no Brasil e no exterior.

A compra foi questionada pelo Ministério Público de Contas e foi feita sem licitação. Foram adquiridos 24 ventiladores da marca Mesmed por R$ 104,4 mil cada. O mesmo aparelho é encontrado por cerca de R$ 25 mil por revendedores nacionais e estrangeiros, o que representa um sobrepreço de 316%.

Posteriormente, mais quatro aparelhos da marca Philips foram adquiridos na mesma adega por R$ 117,6 mil cada, sendo que é possível encontrar a unidade sendo vendida por R$ 38 mil por revendedores nacionais, ou seja, uma diferença de 209,4%.

A empresa que vendeu os equipamentos para o governo amazonense é a Vineria Adega, conhecida, de acordo com sites locais, por ser ponto de encontro entre políticos e empresários de Manaus.

O governo do Amazonas emitiu uma nota sobre o assunto afirmando que os fornecedores aumentaram o preço diante da pandemia e que todos os atos ocorreram dentro da legalidade.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

FALE COMIGO: [email protected] | Editor-chefe do Conexão Política | Residente e natural de Campo Grande/MS

alan correa criação de sites