Redes Sociais

Últimas

GloboNews gera revolta ao afirmar que grupos violentos fazem ato “pró-democracia”

Filipe Altamir

Publicado

em

Reprodução | GloboNews

Na manhã desse domingo (31), várias cidades do Brasil tiveram manifestações contra os desmandos arbitrários do STF e a favor da plataforma do governo Bolsonaro.

A relação da mídia com as manifestações não é tão amistosa e honesta, uma vez que é encarada como um ato pró-ditadura e intervenção militar, mesmo que seja uma pequena minoria insignificante que seja a favor e marque presença nos protestos.

Em contrapartida, grupos organizados de esquerda resolvem instrumentalizar torcidas organizadas – muitas delas acusadas de envolvimento com facções criminosas e violência corporal – para promoção de um ato supostamente pela “democracia” e contra o “fascismo”.

Como quase qualquer outra manifestação de esquerda e que critica um inimigo imaginário chamado “fascismo”, ela toma forma violenta com condutas verdadeiramente fascistas e anti-democráticas. Em pleno conflito com a PM, vândalos disfarçados de manifestantes são noticiados pelo Globo News como legítimos partícipes de um genuíno ato pela “democracia”.

A própria exibição ao vivo do ato contradisse na mesma hora o chamado da Globo News, apontando que de caráter democrático não tinha nada, evidenciando o claro posicionamento enviesado da grande mídia em deliberadamente difamar manifestações pró-governo e blindar manifestações de oposição com uma falsa roupagem de legitimidade democrática.

No Twitter, internautas estão repudiando a posição da emissora.

Veja os principais tweets:

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Escritor formado em Direito, conservador e analista político.

alan correa criação de sites