Gilmar Mendes pede vista e adia julgamento sobre liberdade de Lula

Autor: 1 comentário Compartilhar:
Imagem: Carlos Moura | SCO | STF

Um pedido de vista do ministro Gilmar Mendes suspendeu nesta terça-feira o julgamento pela Segunda Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) de recurso da defesa do ex-presidente Lula, que em ação de habeas corpus alegava imparcialidade do juiz Sergio Moro e pedia libertação do petista e a anulação da condenação na Operação Lava Jato.

O pedido de vista foi quando havia dois votos contrários ao recurso de Lula. A Segunda Turma é composta por cinco ministros.

Os ministros Edson Fachin, relator do processo, e Cármen Lúcia votaram contra a liberdade do petista, pois entenderam que não há elementos que possam comprovar a parcialidade na atuação de Moro nos processos contra Lula.

Os ministros Celso de Mello e Ricardo Lewandowski não chegaram a votar na sessão.

Gilmar Mendes, que pediu vistas, afirmou que pretende devolver o processo para julgamento “se possível ainda este ano, mas se não, ano que vem”.

Post anterior

Movimento que “tocou” campanha de Jair no Amazonas realizará ação de natal

Próximo post

Após ouvir que STF é uma vergonha, Lewandowski pergunta se passageiro quer ser preso

Você pode gostar também:

1 comentário

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.