Redes Sociais

Últimas

Geraldo Alckmin é indiciado pela PF por suspeita de lavagem de dinheiro, caixa dois e corrupção passiva

Marcos Rocha

Publicado

em

Valter Campanato | Agência Brasil

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), foi indiciado pela Polícia Federal nesta quinta-feira (16).

Ele é suspeito de ter cometido três crimes: lavagem de dinheiro, caixa dois eleitoral e corrupção passiva.

O indiciamento ocorreu no âmbito do inquérito do Ministério Público que apurava as doações eleitorais da empreiteira Odebrecht.

O psdbista começou a ser investigado ainda em 2017, após Carlos Armando Paschoal – então diretor da empreiteira em São Paulo – afirmar que repassou R$ 2 milhões para a campanha de Alckmin ao governo de São Paulo em 2010 e R$ 8,3 milhões à sua reeleição em 2014.

O ex-tesoureiro do PSDB, Marcos Monteiro, e o advogado Sebastião Eduardo Alves de Castro também foram indiciados pela PF.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Editor-chefe do Conexão Política; residente e natural de Campo Grande/MS | FALE COMIGO: [email protected]

alan correa criação de sites