Redes Sociais

Últimas

Funcionária do Carrefour que filmou assassinato de João Alberto é presa

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Arquivo

Adriana Alves Dutra, funcionária do Carrefour em Porto Alegre, foi presa temporariamente nesta terça-feira (24), segundo informações da Polícia Civil.

Em gravações feitas no momento do espancamento, Adriana aparece filmando a cena. De acordo com a delegada Vanessa Pitrez, diretora do Departamento de Homicídios, a Polícia entende que a mulher teve participação decisiva nas agressões que resultou na morte João Alberto Silveira Freitas, autônomo de 40 anos, uma vez que ela teria poder de comando sob os dois seguranças. .

Adriana é agente de fiscalização do estabelecimento.

Além disso, um motoboy que também filmou o ocorrido disse que foi ameaçado por ela.

Ao todo, sete pessoas são investigadas no inquérito que apura morte de João Alberto.

João Alberto tinha passagens pela polícia, por crimes de porte ilegal de arma (2010) e violência doméstica (2017), crimes pelos quais foi condenado.

O sepultamento ocorreu neste último sábado, 21, no cemitério municipal São João, zona norte de Porto Alegre.

Professor, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho.

alan correa criação de sites