Redes Sociais

Brasil

Foragidos da justiça e brasileiros que moram em Portugal estão entre beneficiados pelo Auxílio Emergencial

Tiago Netto

Publicado

em

Marcello Casal Jr. | Agência Brasil

Uma reportagem da TV Globo, no “Fantástico”, mostrou que 11 dos 22 criminosos mais procurados pela Justiça estão entre as pessoas que recebem as parcelas do Auxílio Emergencial de R$ 600 do governo.

Além dos foragidos, brasileiros que moram no exterior também foram beneficiados com a medida de preservação para os mais vulneráveis.

A lista de beneficiários irregulares inclui nomes como William Moscardini, o “Baixinho”, acusado de participar do roubo de R$ 60 milhões de uma empresa de transporte de valores no Paraguai, em 2017. Ele nunca foi preso por esse crime, mas recebeu duas das três parcelas do auxílio.

Outro foragido beneficiado é Leomar de Oliveira Barbosa, o “Léo Playboy”. Condenado a 36 anos de prisão, ele era o braço direito de Fernandinho Beira-Mar. Desde 2018, Léo Playboy é procurado pela Polícia Federal.

Segundo o relatório de investigação da Controladoria-Geral da União (CGU), obtido pela reportagem, mais de 27 mil foragidos, em todo o país, tiveram o auxílio emergencial aprovado pela Caixa. Só com o pagamento da primeira parcela, liberada para essas pessoas, o governo federal gastou mais de R$ 16 milhões. Em São Paulo, por exemplo, o benefício foi liberado para 6.879 foragidos. No Rio de Janeiro, para 825.

Além de criminosos, a investigação da CGU identificou golpistas que receberam os recursos utilizando dados de pessoas que já morreram, além de presos que se cadastraram com celulares que circulam dentro das cadeias.

O Ministério da Cidadania informou que há “casos em reanálise que estão passando por filtro de checagem” para evitar o pagamento indevido. Os que forem indevidos terão que devolver.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Colunista do Conexão Política. Brasileiro com muito orgulho e apaixonado por esta nação. Cristão.

alan correa criação de sites