Redes Sociais

Últimas

#ForaBebianno alcança os assuntos mais comentados do Twitter

Nas redes, simpatizantes do Presidente apoiam a exoneração do Secretário-Geral.

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Reprodução | Google

A briga política que se instaurou no governo Bolsonaro após a notícia de que o Secretário-Geral da República, Gustavo Bebbianno, teria coordenado candidatura laranjas no PSL, alcançou os assuntos mais comentados do Twitter no Brasil.

Esta hashtag foi utilizada para expressar manifestações contrárias ao Secretário.

O fato do assunto ter se mantido no ‘trending topics’deixa claro que a situação tem gerado um interesse maciço dos eleitores, que acompanha o desenrolar do governo com o mesmo interesse demonstrado durante a campanha eleitoral.

Na plataforma social, apoiadores do presidente demonstraram satisfação com a decisão em demitir Bebianno.

Para o internauta Alexandre Mega, “Bolsonaro acertou. E, ao que parece nesse depoimento [veiculado na mídia], traidor.”

O chargista, André Guedes, também comentou sobre o assunto.

“Bebianno saiu do armário. Curiosamente, até alguns dias atrás estava agarrado ao saco de colostomia do presidente. É mera coincidência que tenha mudado de opinião após demissão?”, questionou.

Já para a professora Paula Marisa, “a máscara de Bebianno caiu!”.

Ela questionou alguns jornalistas que saíram em defesa da permanência de Bebianno.

“Será que o Felipe Moura Brasil e os demais jornalistas do Pingos Nos IS irão reconhecer que fizeram uma péssima análise do caso ou continuarão com o chiliquinho?”, escreveu.

Estudante de Letras, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho. Brasil acima de tudo!

Publicidade
2 Comentários

2 Comments

  1. Andreia Sousa

    17.02.2019 at 17:09

    Aos traidores a força da justica

  2. Imperius Games

    17.02.2019 at 15:20

    Bebianno traíra se suicidou na politica.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoiar

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites