Redes Sociais

Coronavírus

Farmacêuticas suíças doam dezenas de milhares de doses de hidroxicloroquina a autoridades e hospitais

Thaís Garcia

Publicado

em

Diante da crise do vírus chinês, as empresas farmacêuticas suíças estão se mobilizando. A gigante Novartis e a empresa Mepha Suisse doaram dezenas de milhares de doses de hidroxicloroquina a autoridades e hospitais suíços.

O medicamento antimalárico será distribuído gratuitamente pelo grupo Reno, para apoiar a luta contra a pandemia de coronavírus chinês, segundo a ATS. A empresa farmacêutica Mepha Suíça doou 90.000 doses para hospitais em todo o país.

130 milhões de doses

A Sandoz, subsidiária da Novartis especializada em genéricos e biossimilares, começou nesta sexta-feira (3) a enviar doses de hidroxicloroquina às autoridades suíças, que estão organizando a distribuição nos hospitais. Até 130 milhões de doses serão fornecidas em nível mundial.

A Suíça é o segundo país do mundo a receber o antimalárico de graça, depois dos Estados Unidos.

9.000 tratamentos

A empresa farmacêutica Mepha Switzerland doou 90.000 comprimidos de hidroxicloroquina para hospitais suíços, o que permitirá que 9.000 tratamentos sejam administrados a pacientes gravemente doentes com o vírus chinês.

Estudos clínicos

Atualmente, a hidroxicloroquina e a cloroquina, uma substância original, estão passando por estudos clínicos para determinar sua eficácia contra o coronavírus chinês.

No entanto, o órgão regulador suíço autorizou o medicamento nesta indicação como parte de um procedimento de emergência, devido à crise de saúde causada pelo coronavírus chinês e pela eficácia que o medicamento vem apresentando no tratamento de muitos pacientes infectados pelo vírus em vários países, como França, EUA e Brasil.

A hidroxicloroquina será administrada em pessoas com o coronavírus chinês somente sob a responsabilidade de um médico.

fonte: ATS e 24heures.

 

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »
alan correa criação de sites