FAB pode ter primeiro comandante negro no governo Bolsonaro

Autor: Nenhum comentário Compartilhar:
Imagem: Reprodução | Youtube

Cumprindo a semana de agendas de transição em Brasília (DF), o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) se reuniu nesta quarta-feira, 07, com diversos militares de alta patente para um café da manhã. Entre os presentes estava o Tenente-Brigadeiro do Ar Raul Botelho, atual Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER).

Botelho é natural de São Paulo (SP), ingressou na Força Aérea Brasileira (FAB) em 1973 e possui mais de 3.600 horas de voo em nove tipos distintos de aeronaves durante sua carreira militar. Também comandou unidades estratégicas da FAB, como o Departamento de Ensino da Aeronáutica e o Terceiro Comando Aéreo Regional. Pela ONU, foi observador militar em Moçambique e representou o Brasil na Junta Interamericana de Defesa em Washington, nos Estados Unidos.

Cotado para assumir a FAB após o período de transição entre os governos Temer e Bolsonaro, Botelho poderá ser o primeiro negro a ocupar o posto.

Com informações, Cauê del Valle | MBL News

Post anterior

Marcelo Odebrecht: “Obra no sítio era para a ‘pessoa física’ de Lula”

Próximo post

O eixo de governabilidade do governo Bolsonaro

Você pode gostar também:

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.