Redes Sociais

Estados Unidos

EUA lançam novo centro de combate ao tráfico humano

Thaís Garcia

Publicado

em

AdobeStock

O governo dos EUA está empenhado em pôr fim ao tráfico humano e está lançando um novo centro dedicado ao combate desse crime horrível.

“O tráfico humano é a escravidão moderna”, disse o Secretário de Segurança Interna, Chad Wolf, em 20 de outubro, no lançamento do Centro de Combate ao Tráfico Humano. “Não há outra forma de dizer isso.”

O centro é o primeiro a lidar com operações policiais integradas do governo dos EUA com foco no tráfico de pessoas a fim de apoiar investigações criminais, civis e administrativas no âmbito federal, além de iniciativas de assistência às vítimas e análise de inteligência, de acordo com o Departamento de Segurança Interna (DHS) dos EUA.

Também vai incluir operações de extensão e capacitação da “Campanha Azul, visando combater o tráfico de pessoas, que abrange tanto o trabalho forçado quanto o tráfico sexual. Dezesseis diferentes componentes e escritórios centrais do DHS participarão do centro para uma abordagem abrangente, com o intuito de acabar com todas as formas de tráfico humano.

“Departamento de Segurança Interna: Como parte do compromisso do Governo Trump relativo ao combate do tráfico humano, o DHS anuncia o lançamento de um Centro de Combate ao Tráfico de Pessoas que envolve todo o Departamento”, anunciou o DHS no Twitter.

A operação do centro dá continuidade ao trabalho que a Agência de Imigração e Alfândega, que integra o DHS e vem realizando o combate ao tráfico humano desde 2004.

Somente no ano fiscal de 2019, a Polícia de Imigração e Alfândega dos EUA (ICE) abriu 1.024 processos relacionados ao tráfico humano. Os processos da ICE resultaram em 2.197 prisões criminais e a ICE identificou mais de 400 vítimas do tráfico de pessoas.

“Organizações criminosas costumam ter como alvo os membros mais vulneráveis ​​de uma comunidade e os tratam como mercadorias, e não como seres humanos”, disse Tony Pham, diretor interino da ICE.

O Centro de Combate ao Tráfico Humano tem como objetivo acabar com o tráfico de pessoas, usando a abordagem “vítimas primeiro”, do DHS. Esse enfoque equilibra a identificação e o resgate das vítimas, além do apoio a elas através de investigação e processo judicial contra os traficantes.

A equipe de Investigação de Segurança Interna da ICE vai continuar a gerenciar as investigações relativas ao tráfico humano. A força tarefa é considerada uma líder global na investigação de casos de tráfico humano e exploração sexual, e em levar os infratores à justiça, informou o DHS.

“O tráfico de pessoas é um das maiores violações dos direitos humanos de nosso tempo”, concluiu Wolf, “e não vamos parar de lutar para erradicá-lo até que todas as pessoas estejam seguras e livres”.

 

Com informações, Share America.

alan correa criação de sites