Redes Sociais

Estados Unidos

EUA | Cédulas de votação por correio são encontradas em vala no estado de Wisconsin

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem Ilustrativa/ Rachel Wisniewski/Bloomberg via Getty Images

A polícia da cidade americana de Greenville, no estado de Wisconsin, encontrou três caixas organizadoras de correspondência, que continham cédulas de votação por correio, jogadas em uma vala na beira de uma estrada.

O Gabinete do Xerife do Condado de Outagamie encontrou as caixas organizadoras na segunda-feira (21), perto de um cruzamento nas proximidades do Aeroporto Internacional de Appleton, de acordo com a Fox 11 News. A correspondência foi imediatamente devolvida ao Serviço Postal dos EUA (USPS) e uma investigação está em andamento.

“O Serviço de Inspeção Postal dos Estados Unidos começou imediatamente a investigar e reservamos comentários adicionais sobre o assunto depois que isso [a investigação] for concluído”, escreveu o porta-voz Bob Sheehan à Fox 11 News.

Na quarta-feira (23), um porta-voz do USPS disse que a correspondência incluía cédulas eleitorais postais. O número de cédulas envolvidas não foi informado.

O Gabinete do Xerife do Condado de Outagamie disse ao Washington Examiner que a correspondência descoberta era “correspondência indo para o correio”.

Em meio à pandemia de coronavírus, os estados americanos expandiram a elegibilidade para votação pelo correio. Milhares de cédulas não foram contadas durante as primárias de Wisconsin porque foram descobertas no dia seguinte à eleição.

Um juiz federal ordenou que os Correios priorizassem a correspondência eleitoral na segunda-feira (21).

“O direito de votar é um valor vital demais em nossa democracia para ser deixado em um estado de suspense nas mentes dos eleitores semanas antes de uma eleição presidencial, levantando dúvidas sobre se seus votos serão contados”, disse o juiz distrital dos EUA, Victor Marrero.

“Sinais gerenciais conflitantes, vagos e ambivalentes também podem semear dúvidas substanciais sobre se o USPS está à altura da tarefa, se possui força de vontade institucional e compromisso com sua missão histórica e, assim, para lidar com a carga excepcional associada a uma missão profundamente crítica em nosso sistema democrático, a de coletar e entregar correspondência eleitoral daqui a algumas semanas”, acrescentou.

Wisconsin é um estado de batalha crucial na corrida eleitoral de 2020. Em 2016, Donald Trump ganhou no estado por menos de 23.000 votos.

 

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites