Redes Sociais

Brasil

Em nota, Witzel diz que abriu sindicância na Secretaria de Saúde logo após denúncias de irregularidades

Tiago Netto

Publicado

em

Reprodução

O Governo do Estado do Rio emitiu uma nota, nesta quarta-feira (15), em nome do governador Wilson Witzel, afirmando que, logo após o começo das denúncias na Secretaria de Saúde, abriu sindicância para apurar as denúncias.

Witzel afirma que determinou a quebra de sigilo dos contratos bilionários do governo estadual com a Iabas e abriu investigação para saber quem foi o autor do pedido do sigilo.

O governador ainda afirmou que sua gestão foi “pioneira” ao adotar o Sistema Eletrônico de Informações, onde lança todos os contratos e pagamentos do governo estadual.

A nota foi emitida um dia após vazar para a imprensa. Como noticiado pelo Conexão Política, a notícia que o ex-secretário de saúde do Rio fechou um acordo de delação premiada e entregaria um dossiê contra o governador Wilson Witzel.

Leia a nota na íntegra:

“NOTA À IMPRENSA

O governador Wilson Witzel esclarece que, desde que surgiram as primeiras denúncias de possíveis irregularidades nas compras emergenciais e contratos firmados pela Secretaria de Estado de Saúde, determinou a imediata quebra de sigilo desses documentos e abriu sindicância para apurar o autor do pedido de sigilo. 

Witzel reitera também que, nesse sentido, sua administração foi pioneira ao adotar, no Rio de Janeiro, o SEI (Sistema Eletrônico de Informações), onde são lançados todos os contratos e pagamentos do governo do Estado do Rio de Janeiro. Witzel tem ainda a convicção de que o papel da imprensa é mesmo o de fiscalizar e acompanhar tudo o que está sendo feito com recursos públicos.”

 

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Colunista do Conexão Política. Brasileiro com muito orgulho e apaixonado por esta nação. Cristão.

alan correa criação de sites