Redes Sociais

Últimas

Eleições nos EUA: Homem que morreu de covid-19 é eleito para legislatura estadual

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Reprodução

Autoridades eleitorais no estado de Dakota do Norte, Centro-Oeste dos Estados Unidos, informaram que um candidato de 55 anos que morreu após contrair o vírus da covid-19 no início de outubro foi eleito para um assento na legislatura estadual.

David Andahl, candidato republicano à cadeira legislativa do 8º distrito do estado, contraiu o vírus durante o surto da pandemia e morreu em 5 de outubro.

Por meios das redes sociais, familiares disseram que ele sofria de outros problemas de saúde que complicaram o estado de saúde dele.

As autoridades eleitorais optaram por deixar o nome de Andahl na cédula após o procurador-geral do estado assegurar que, caso ele vencesse, o substituto poderia ser escolhido por um comitê ou os eleitores poderiam convocar uma eleição especial.

David Andahl foi fazendeiro e serviu na comissão de zoneamento e planejamento do condado por 12 anos. O 8º Distrito, ao norte de Bismarck, no centro de Dakota do Norte, tem duas cadeiras na Câmara, e Andahl se juntou a outro candidato, Dave Nehring, para disputar as vagas.

Em uma disputada primária no início deste ano, os dois venceram um dos legisladores estaduais mais influentes da Dakota do Norte, o antigo deputado estadual Jeff Delzer, que presidia o Comitê de Apropriações da Câmara estadual. Durante a campanha, Andahl ganhou o apoio de dois dos republicanos mais influentes do estado, o governador Doug Burgum e o senador americano Kevin Cramer.

Cramer, um defensor do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse a repórteres que havia apoiado Andahl porque “precisamos de mais apoiadores de Trump no legislador estadual”.

Na época em que o republicano foi infectado com covid-19, Dakota do Norte enfrentava um dos piores surtos do vírus no país.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Professor, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho.

alan correa criação de sites