Redes Sociais

Últimas

É fake que Flordelis assumiu cargo na Secretaria da Mulher

Miguel Gomes

Publicado

em

Fernando Frazão | Agência Brasil

A deputada Flordelis (PSD-RJ), acusada de mandar matar o marido, o pastor Anderson do Carmo, não assumiu um cargo na Secretaria da Mulher.

A fake news viralizou na manhã desta quinta-feira (3). O conteúdo foi compartilhado por diversos parlamentares de esquerda e influenciadores digitais contrários ao governo Bolsonaro.

A informação, contudo, não procede. Trata-se de mais uma desinformação para atingir a base governista.

A confusão começou porque, na página de Flordelis, aparece entre os seus cargos, em 2021, a Secretaria da Mulher.

“Todas as mulheres estão como titulares da Secretaria da Mulher durante o processo de votação remota. Foi feito um sistema para realizarmos nossas reuniões na secretaria. Todas as deputadas estão como titulares, como se fossem de uma comissão. Por isso o nome dela está lá”, disse a secretária da Mulher, Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO) ao site Congresso em Foco.

A assessoria parlamentar de Flordelis assegurou ao Congresso que Flordelis não tem interesse em assumir cargo na secretaria ou qualquer outro de liderança

“Ela não foi convidada, ela não tem interesse, é uma questão normal todas as mulheres aparecem como sendo da secretaria”, explicou o gabinete.

Ré pela morte do marido, a falsa nomeação da parlamentar causou polêmica nas redes sociais.