Redes Sociais

Últimas

Diretor de jornalismo da Globo diz que Glenn Greenwald ‘mente’ e ‘queria um cheque em branco’ da emissora

Marcos Rocha

Publicado

em

Diretor de jornalismo da Globo diz que Glenn Greenwald 'mente' e 'queria um cheque em branco' da emissora 16
Fernando Frazão | Agência Brasil

No início desta semana, Glenn Greenwald, que comanda o site ‘The Intercept’ concedeu entrevista ao portal ‘Agência Pública’ e fez duras críticas à Rede Globo.

Posteriormente, em seu Twitter, o jornalista declarou que “A Globo é sócia, agente e aliada de Moro e Lava Jato – seus porta-vozes – e não jornalistas que reportem sobre eles com alguma independência. É exatamente as sim que Moro, Deltan e a força-tarefa veem a Globo. Então não esperem nada além de propaganda”.

O Grupo Globo respondeu com uma nota oficial que o Conexão Política publicou nesta quarta-feira, 12, (leia aqui). No texto, a TV afirma que o jornalista chegou a oferecer as matérias com mensagens roubadas à emissora.

Hoje (13), em entrevista ao Pânico, Glenn voltou à carga e afirmou que o diretor de jornalismo da Globo proibiu que jornalistas trabalhassem com ele após seu marido, David Miranda, escrever artigo no ‘The Guardian’ acusando a emissora de apoiar o “golpe” contra Dilma Rousseff.

Ali Kamel, o diretor citado por Glenn, emitiu a seguinte nota na tarde desta quinta-feira (13):

“Glenn Greenwald mente quando diz que há seis meses ouviu de mim que João Roberto Marinho proibiu qualquer pessoa de trabalhar com ele. Não vejo Glenn Greenwald desde 2013. A mentira se desfaz por si: se fosse verdade que ele ouviu tal absurdo do próprio diretor de jornalismo da Globo, o que o faria procurar o Fantástico semana passada com nova proposta de trabalho?

Tampouco se sustenta o motivo sobre o veto que nunca existiu. Se o motivo foi o artigo que o marido de Glenn, David Miranda, publicou no Guardian, como se explica que o próprio David tenha participado de programa de entrevista na GloboNews, por mim dirigida?

Por fim, Glenn também mente quando diz que perguntou há uma semana se a Globo tem algo contra ele e não ouviu resposta. Por três vezes, ele ouviu do jornalista que o atendeu, na redação do Fantástico, que a Globo nada tinha contra ele. E justificou: ‘Se tivesse problema, eu o receberia em plena redação?’ 

Repito: Glenn exigiu que a Globo se comprometesse, de maneira irrevogável, a publicar a tal bomba sem que o assunto fosse revelado a ela antes. A isso se chama cheque em branco. A Globo não dá cheque em branco a ninguém, especialmente a Glenn Greenwald.”


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

CONTATO: [email protected] | Editor-chefe do Conexão Política, residente e natural de Campo Grande/MS, assistente de gabinete junto ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ/MS) e estudante de Ciências Jurídicas.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites