Redes Sociais

Brasil

Deputado estadual do Rio atira contra advogado em Brasília

Alexandre Knoploch (PSL) alega ter agido em legítima defesa e que foi dele a iniciativa de providenciar o registro do caso.

Tiago Netto

Publicado

em

Alerj | Divulgação

Segundo informações do jornal O Dia, o deputado estadual Alexandre Knoploch (PSL), do Rio de Janeiro, se envolveu em uma confusão na porta de um restaurante, na madrugada desta última quinta-feira (2), em Brasília/DF.

Knoploch é acusado de atirar contra um advogado de 39 anos, que foi atingido no pé. A vítima afirma que o parlamentar e outros dois deputados, um deles Rodrigo Amorim (PSL), tentavam entrar em uma balada clandestina.

Em sua defesa, o deputado alega que apenas reagiu a uma agressão ao sair de um restaurante. Knoploch diz que recebeu socos pelas costas e foi derrubado no chão.

Em declaração ao jornal O Dia, o advogado afirma que confundiu o deputado com um homem que teria agredido outra pessoa e que desferiu um soco contra o parlamentar, que teria revidado sacando a arma.

A Polícia Civil do Distrito Federal confirmou a ocorrência e segue investigando o caso.

A assessoria de Knoploc emitiu a seguinte nota:

“Na última quinta-feira, o deputado estadual Alexandre Knoploch se dirigiu a uma delegacia de Polícia Civil, em Brasília, para registrar que foi vítima de uma agressão covarde, quando saía de um restaurante. Ao deixar o estabelecimento, recebeu socos pelas costas e foi derrubado no chão. Para paralisar seu agressor, desferiu um tiro em seu pé. De acordo com o relatado pelo agressor após o incidente, o deputado foi confundido com outra pessoa. Vale a pena ressaltar que o próprio deputado foi quem procurou as forças policiais, para registrar o caso. O deputado pediu, por conta própria, ainda, que além do exame de corpo delito, fossem também feitos os exames toxicológico e de alcoolemia, comprovando que ele não havia ingerido bebida alcoólica. E esclareceu que possui porte de arma”.

A assessoria de Rodrigo Amorim também realizou um comunicado à imprensa:

“Na quarta após sair do encontro com Acolumbre (presidente do Senado Federal) fomos a um restaurante para outra reunião. Na calçada o Knoploch foi confundido e tomou um soco brutal pelas costas, caiu no chão e se defendeu dando um tiro no pé do cara que bateu nele. Na sequência ele mesmo foi na delegacia e apresentou os fatos. Ainda tem um lado positivo que o próprio Knoploch pediu pra fazer exame de alcoolemia e toxicológico. Também fez exame de corpo e delito para comprovar que foi agredido”.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Colunista do Conexão Política. Brasileiro com muito orgulho e apaixonado por esta nação. Cristão.

alan correa criação de sites