Redes Sociais

Política

De olho nas eleições 2020, saiba quais são os prefeitos que apoiam a implementação da Agenda 2030 da ONU

Redação

Publicado

em

Rumo às eleições 2020, a Fundação Abrinq divulgou uma lista de prefeitos que apoiaram a implementação da Agenda 2030 da ONU, através da ação “Programa Prefeito Amigo da Criança”, durante suas respectivas gestões e quais foram seus projetos.

Em maio, o Conexão Política publicou um artigo de Renato Giraldi, “A Frente Nacional dos Prefeitos e a Agenda 2030 – por que a Fundação ABRINQ se interessa por elas?“. Neste artigo, Giraldi alerta sobre as movimentações da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) na implementação da “Agenda 2030” da ONU nos municípios.

Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e a implementação da ‘Agenda 2030’ da ONU

A FNP atua como um think tank de prefeitos em exercício, representando municípios com mais de 80 mil habitantes, ou seja, 100% das capitais do Brasil e cobrindo mais de 406 municípios – ou, se preferir, 75% do PIB do Brasil, informação que consta no próprio site da instituição.

A diretoria executiva da FNP é formada por 20 membros distribuídos em 8 partidos, sendo o PSDB o partido com o maior número de cadeiras – 8, ao todo. Portanto, há 20 cidades cujos prefeitos são, em sua maioria, do PSDB, reunidos em um think tank que representa 75% do PIB do Brasil.

Consequentemente, a possibilidade de organismos internacionais utilizarem a FNP como ferramenta para propagar uma determinada ideologia política e social contrária aos anseios da população e, por meio de mecanismos legítimos de poder, como o Planejamento Plurianual do município, é legitima, e dessa forma, poderão exercer um controle supranacional que representa 75% do PIB do país.

O artigo de Renato Giraldi reforça a relevância da responsabilidade que os eleitores terão nas escolhas de prefeitos e vereadores nas próximas eleições em 2020. Segundo Giraldi, os eleitores também precisam saber se os candidatos com plataformas conservadoras estão acompanhando as movimentações da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), a qual atua nas 3 esferas de poder (legislativo, executivo e judiciário).

ABRINQ e sua ideologia

Dentro do contexto abordado, é importante lembrar que, de acordo com o site da Fundação ABRINQ (Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos), sua fundação foi em 1989, coordenada pela então prefeita da cidade de São Paulo, Luiza Erundina (na ocasião, filiada ao PT), hoje exercendo o seu 6º mandato como deputada federal (PSOL) pela cidade de São Paulo e eleita com 176 mil votos. Vale lembrar que Erundina foi a coordenadora geral da coligação “Unidos pelo Brasil”, responsável por lançar Marina Silva como candidata à presidência do Brasil em 2014.

Recentemente, em 28 de fevereiro de 2020, cofinanciada pela União Europeia e coordenada pela Agenda Pública e pela Fundação Abrinq , foi lançada a cartilha: “Planejamento Municipal e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, desenvolvida pela Estratégia ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável -“sustentável”).

A cartilha é uma espécie de manual prático, com metas, monitoramento e ferramentas de implementação de uma agenda, a famosa Agenda 2030. É um material muito bem elaborado e propositivo, dividido nos tópicos: levantamento de informações, elaboração do plano de trabalho e implementação.

Ao longo do manual é apresentado, de forma sugestiva, como os 17 ODS (Objetivos de Desenvolvimento ‘Sustentável’) da ONU podem ser implementadas em um município utilizando mecanismos legais relacionados ao planejamento da gestão municipal, tais como:

Plano de governo municipal;
Plano Plurianual vigente;
Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO);
Lei de Orçamento Anual (LOA).

O manual discorre a respeito das diferenças entre os ODS e a Agenda 2030, entretanto, destaca dois pontos relevantes: a importância de trabalhar em nível municipal, principalmente no Brasil, e o fato de os ODS serem a ferramenta pela qual a Agenda 2030 exercerá sua forma de controle de modo global.

A Fundação Abrinq entra com a função de mobilizar e apoiar tecnicamente municípios e seus prefeitos na implantação dessas ações e políticas que impactam crianças e adolescentes. E uma dessas ações é a implementação do “Programa Prefeito Amigo da Criança”, que é utilizado a qualquer tempo, em qualquer município brasileiro, dependendo, fundamentalmente, da vontade política dos gestores dos municípios. Cerca de 10.080 prefeitos de todos os estados brasileiros já participaram do programa.

Destes mais de 10 mil prefeitos, a lista publicada pela Abrinq no site prefeitoamigo.org.br apresenta pelo menos 125 prefeitos que foram reconhecidos como apoiadores da agenda globalista na gestão 2017-2020.

Em ordem alfabética por nome, conheça quais são esses prefeitos:

  • Abmael de Souza Lacerda (MDB) foi eleito prefeito de Pombal (PB) em 2016, no 1º turno, com 10.677 votos, o que representa 51,06% dos votos válidos.
  • Adelmo Luiz Klosowski (PSDB) foi reeleito prefeito de Prudentópolis (PR) em 2016, no 1º turno, com 9.291 votos, o que representa 31,01% dos votos válidos.
  • Alcemir Cássio Gréggio (DEM) foi eleito prefeito de Urupês (SP) em 2016, no 1º turno, com 6.521 votos, o que representa 87,51% dos votos válidos.
  • Alcides Eufrásio da Conceição Negrão (MDB) foi eleito prefeito de Abaetetuba (PA) em 2016, no 1º turno, com 25.735 votos, o que representa 30,32% dos votos válidos.
  • Alexandre Duarte Lindenmeyer (PT) foi reeleito prefeito do Rio Grande (RS) em 2016, no 1º turno, com 58.114 votos, o que representa 52,19% dos votos válidos.
  • Alexis José Ferreira de Freitas (ex-PSDB), atualmente sem partido, foi eleito prefeito de Contagem (MG) em 2016, no 2º turno, com 223.902 votos, o que representa 72,96% dos votos válidos.
  • Aline Cavalcante Vieira (PL) foi eleita prefeita de Boa Viagem (CE) em 2016, no 1º turno, com 19.397 votos, o que representa 63,02% dos votos válidos.
  • Amariles Santos Lima (PSDB) foi eleita prefeita de Coronel Murta (MG) em 2016, no 1º turno, com 3.150 votos, o que representa 55,24% dos votos válidos.
  • Amauri Magnus Germano (PTB) foi eleito prefeito de Capão da Canoa (RS) em 2016, no 1º turno, com 12.999 votos, o que representa 49,23% dos votos válidos.
  • Angelo Chequer (PSDB) foi reeleito prefeito de Viçosa (MG) em 2016, no 1º turno, com 23.945 votos, o que representa 64,08% dos votos válidos.
  • Antônia Heloide Estevam Rodrigues (MDB) foi eleita prefeita de Tejuçuoca (CE) em 2016, no 1º turno, com 6.420 votos, o que representa 54,09% dos votos válidos.
  • Antônio Elinaldo Araújo da Silva (DEM) foi eleito prefeito de Camaçari (BA) em 2016, no 1º turno, com 73.994 votos, o que representa 60,84% dos votos válidos.
  • Antônio Luiz Neto (PSD) foi eleito prefeito de Assunção do Piauí (PI) em 2016, no 1º turno, com 2.699 votos, o que representa 53,55% dos votos válidos.
  • Ari Genezio Lafin (PSDB) foi eleito prefeito de Sorriso (MT) em 2016, no 1º turno, com 21.008 votos, o que representa 54,14% dos votos válidos.
  • Arquimedes Guedes Valença (MDB) foi eleito prefeito de Buíque (PE) em 2016, no 1º turno, com 13.461 votos, o que representa 52,45% dos votos válidos.
  • Clesio Salvaro (PSDB) foi reeleito prefeito de Criciúma (SC) em 2016, no 1º turno, com 82.959 votos, o que representa 75,87% dos votos válidos.
  • Darci José Lermen (PP) foi eleito prefeito de Parauapebas (PA) em 2016, no 1º turno, com 52.049 votos, o que representa 41,87% dos votos válidos.
  • Darlan Scalco (PSDB) foi reeleito prefeito de Pérola (PR) em 2016, no 1º turno, com 4.747 votos, o que representa 69,73% dos votos válidos.
  • Beatriz de Fatima Sueck Lemes (MDB) foi eleita prefeita de Nova Monte Verde (MT) em 2016, no 1º turno, com 2.085 votos, o que representa 50,90% dos votos válidos.
  • Cleci Aparecida Veronezi (MDB) foi eleita prefeita de Rancho Queimado (SC) em 2016, no 1º turno, com 1.360 votos, o que representa 53,33% dos votos válidos.
  • David Santa Cruz Benevides (PDT) foi eleito prefeito de Redenção (CE) em 2016, no 1º turno, com 9.506 votos, o que representa 83,49% dos votos válidos.
  • Débora Luzinete de Almeida Severo (PSB) foi reeleita prefeita de São Bento do Una (PE) em 2016, no 1º turno, com 15.960 votos, o que representa 61,78% dos votos válidos.
  • Diogo Gonçalves Balieiro Diniz (DEM) foi eleito prefeito de Resende (RJ) em 2016, no 1º turno, com 25.888 votos, o que representa 38,13% dos votos válidos.
  • Douglas Augusto Pinheiro Oliveira (DEM) foi eleito prefeito de Itatiba (SP) em 2016, no 1º turno, com 54.205 votos, o que representa 40,61% dos votos válidos.
  • Ecildo Evangelista Filho (MDB) foi reeleito prefeito de Mombaça (CE) em 2016, no 1º turno, com 13.304 votos, o que representa 53,51% dos votos válidos.
  • Edgar de Souza (PSDB) foi reeleito prefeito de Lins (SP) em 2016, no 1º turno, com 17.491 votos, o que representa 47,99% dos votos válidos.
  • Edir Havrechaki (PSC) foi reeleito prefeito de Palmeira (PR) em 2016, no 1º turno, com 10.459 votos, o que representa 53,97% dos votos válidos.
  • Ednaldo de Lavor Couras (PSD) foi eleito prefeito de Iguatu (CE) em 2016, no 1º turno, com 31.557 votos, o que representa 60,09% dos votos válidos.
  • Edson Edinho Coelho Araújo (MDB) foi eleito prefeito de São José do Rio Preto (SP) em 2016, no 1º turno, com 113.377 votos, o que representa 52,26% dos votos válidos.
  • Eduardo Coelho de Paiva Gama (PT) foi eleito prefeito de Itambé (BA) em 2016, no 1º turno, com 7.030 votos, o que representa 52,33% dos votos válidos.
  • Elderson Ferreira da Silva (PSC) foi eleito prefeito de Volta Redonda (RJ) em 2016, no 2º turno, com 89.055 votos, o que representa 54,60% dos votos válidos.
  • Elias Dal Col (PSD) foi eleito prefeito de Ecoporanga (ES) em 2016, no 1º turno, com 7.695 votos, o que representa 51,13% dos votos válidos.
  • Elmo Vaz Bastos de Matos (PSB) foi eleito prefeito de Irecê (BA) em 2016, no 1º turno, com 17.334 votos, o que representa 51,13% dos votos válidos.
  • Emanuel Hassen de Jesus (PT) foi reeleito prefeito de Taquari (RS) em 2016, no 1º turno, com 8.816 votos, o que representa 50,13% dos votos válidos.
  • Emanuel Pinheiro (MDB) foi eleito prefeito de Cuiabá (MT) em 2016, no 2º turno, com 157.877 votos, o que representa 60,41% dos votos válidos.
  • Emerson Cordeiro Vasconcelos (MDB) foi eleito prefeito de Poção (PE) em 2016, no 1º turno, com 3.812 votos, o que representa 51,24% dos votos válidos.
  • Emerson Luciano Stein (MDB) foi eleito prefeito de Porto Belo (SC) em 2016, no 1º turno, com 4.944 votos, o que representa 49,98% dos votos válidos.
  • Enoir Fazolo (PSDB) foi eleito prefeito de Xavantina (SC) em 2016, no 1º turno, com 1.784 votos, o que representa 52,92% dos votos válidos.
  • Eraldo Joaquim Cordeiro (PSD) foi eleito prefeito de Delmiro Gouveia (AL) em 2016, no 1º turno, com 14.722 votos, o que representa 52,78% dos votos válidos.
  • Fernando Augusto Cunha (PSD) foi eleito prefeito de Olímpia (SP) em 2016, no 1º turno, com 16.017 votos, o que representa 57,36% dos votos válidos.
  • Fernando Sérgio Lira Neto (PP) foi eleito prefeito de Maragogi (AL) em 2016, no 1º turno, com 8.776 votos, o que representa 57,25% dos votos válidos.
  • Firmino da Silveira Soares Filho (PSDB) foi reeleito prefeito de Teresina (PI) em 2016, no 1º turno, com 220.042 votos, o que representa 51,14% dos votos válidos.
  • Francisca Shirley Ferreira Targino (PL) foi reeleita prefeita de Messias Targino (RN) em 2016, no 1º turno, com 2.170 votos, o que representa 56,19% dos votos válidos.
  • Francisco Barroso de Carvalho Neto (PTB) foi eleito prefeito de Santa Cruz do Piauí (PI) em 2016, no 1º turno, com 2.414 votos, o que representa 53,78% dos votos válidos.
  • Francisco de Assis Andrade Ramos (DEM) foi eleito prefeito de Imperatriz (MA) em 2016, no 1º turno, com 38.712 votos, o que representa 29,16% dos votos válidos.
  • Francisco Francimario Rodrigues de Lucena (PRB) foi eleito prefeito de Aquidabã (SE) em 2016, no 1º turno, com 8.853 votos, o que representa 73,19% dos votos válidos.
  • Francisco Nélio Aguiar da Silva (DEM) foi eleito prefeito de Santarém (PA) em 2016, no 1º turno, com 96.034 votos, o que representa 54,85% dos votos válidos.
  • Francisco Pedreira Martins Junior (PDT) foi eleito prefeito de São Luís Gonzaga do Maranhão (MA) em 2016, no 1º turno, com 7.130 votos, o que representa 53,09% dos votos válidos.
  • Gil Carlos Modesto Alves (PT) foi eleito prefeito de São João do Piauí (PI) em 2016, no 1º turno, com 5.619 votos, o que representa 51,18% dos votos válidos.
  • Herzem Gusmão Pereira (MDB) foi eleito prefeito de Vitória da Conquista (BA) em 2016, no 2º turno, com 78.455 votos, o que representa 57,58% dos votos válidos.
  • Igor Soares Ebert (Podemos) foi eleito prefeito de Itapevi (SP) em 2016, no 1º turno, com 68.942 votos, o que representa 66,39% dos votos válidos.
  • Ioannis Konstantinos Grammatikopoulos (PSD) foi eleito prefeito de Muriaé (MG) em 2016, no 1º turno, com 36.849 votos, o que representa 65,12% dos votos válidos.
  • Isper Salim Curi (MDB) foi eleito prefeito de Santa Vitória (MG) em 2016, no 1º turno, com 7.607 votos, o que representa 55,51% dos votos válidos.
  • Ivanildo Mestre Bezerra (PSB) foi eleito prefeito de Taquaritinga do Norte (PE) em 2016, no 1º turno, com 8.193 votos, o que representa 50,16% dos votos válidos.
  • Jarques Lucio da Silva II (Cidadania) foi eleito prefeito de São Bento (PB) em 2016, no 1º turno, com 11.234 votos, o que representa 50,10% dos votos válidos.
  • Joamy Alves de Oliveira (PDT) foi reeleito prefeito de Araçoiaba (PE) em 2016, no 1º turno, com 6.616 votos, o que representa 50,98% dos votos válidos.
  • João Paulo Xerez (PDT) foi eleito prefeito de Maranguape (CE) em 2016, no 1º turno, com 33.634 votos, o que representa 100% dos votos válidos.
  • Joelma Duarte de Campos (MDB) foi eleita prefeita de Panelas (PE) em 2016, no 1º turno, com 9.127 votos, o que representa 61,22% dos votos válidos.
  • José Antônio da Silva Netto (PRB) foi eleito prefeito de Itumbiara (GO) em 2016, no 1º turno, com 36.143 votos, o que representa 67,27% dos votos válidos.
  • José Antônio Prates (PSD) foi eleito prefeito de Salinas (MG) em 2016, no 1º turno, com 11.994 votos, o que representa 53% dos votos válidos.
  • José Arnon Cruz Bezerra de Menezes (PTB) foi eleito prefeito de Juazeiro do Norte (CE) em 2016, no 1º turno, com 129.994 votos, o que representa 42,72% dos votos válidos.
  • José Carlos Hori (Cidadania) foi eleito prefeito de Jaboticabal (SP) em 2016, no 1º turno, com 12.923 votos, o que representa 36,85% dos votos válidos.
  • José Cherem (PSD) foi eleito prefeito de Lavras (MG) em 2016, no 1º turno, com 38.057 votos, o que representa 78,12% dos votos válidos.
  • José Coimbra Patriota Filho (PSB) foi reeleito prefeito de Afogados da Ingazeira (PE) em 2016, no 1º turno, com 15.639 votos, o que representa 83,25% dos votos válidos.
  • José de Anchieta Gomes Patriota (PSB) foi eleito prefeito de Carnaíba (PE) em 2016, no 1º turno, com 8.294 votos, o que representa 72,80% dos votos válidos.
  • José do Carmo Garcia (PTB) foi eleito prefeito de Cambé (PR) em 2016, no 1º turno, com 26.761 votos, o que representa 54,77% dos votos válidos.
  • Jose Eduardo Rothbarth Thome (PSD) foi eleito prefeito do Rio do Sul (SC) em 2016, no 1º turno, com 17.183 votos, o que representa 47,67% dos votos válidos.
  • Jose Eduardo Rothbarth Thome (PSD) foi eleito prefeito do Rio do Sul (SC) em 2016, no 1º turno, com 17.183 votos, o que representa 47,67% dos votos válidos.
  • José Lincoln Sobral Matos (PTB) foi reeleito prefeito de São Miguel do Tapuio (PI) em 2016, no 1º turno, com 5.867 votos, o que representa 50,18% dos votos válidos.
  • José Nilton dos Santos (PV) foi eleito prefeito de Quintana (SP) em 2016, no 1º turno, com 2.894 votos, o que representa 100% dos votos válidos.
  • José Osório Galvão de Oliveira Filho (PSB) foi eleito prefeito de Pedra (PE) em 2016, no 1º turno, com 7.637 votos, o que representa 54,55% dos votos válidos.
  • José Valmi Soares (PSD) foi reeleito prefeito de Buriti dos Montes (PI) em 2016, no 1º turno, com 2.800 votos, o que representa 57,63% dos votos válidos.
  • Julbert Ferre de Morais (PRB) foi reeleito prefeito de Machado (MG) em 2016, no 1º turno, com 13.309 votos, o que representa 60,71% dos votos válidos.
  • Laercio de Freitas (PT) foi eleito prefeito de Paraíso do Norte (PR) em 2016, no 1º turno, com 3.535 votos, o que representa 46,17% dos votos válidos.
  • Lindomar de Abreu Dantas (PCdoB) foi eleito prefeito de Uauá (BA) em 2016, no 1º turno, com 7.466 votos, o que representa 47,17% dos votos válidos.
  • Lourivaldo Souza Filho (PSD) foi eleito prefeito de Várzea da Roça (BA) em 2016, no 1º turno, com 4.332 votos, o que representa 50,92% dos votos válidos.
  • Luciano Palma de Azevedo (PSB) foi reeleito prefeito de Passo Fundo (RS) em 2016, no 1º turno, com 85.505 votos, o que representa 76,22% dos votos válidos.
  • Luís Gonzaga de Carvalho Júnior (MDB) foi reeleito prefeito de Demerval Lobão (PI) em 2016, no 1º turno, com 7.729 votos, o que representa 82,91% dos votos válidos.
  • Manoel de Freitas Neto (PP) foi reeleito prefeito de Portalegre (RN) em 2016, no 1º turno, com 2.971 votos, o que representa 58,25% dos votos válidos.
  • Marcelino Almeida de Araújo (PT) foi eleito prefeito de Coivaras (PI) em 2016, no 1º turno, com 2.548 votos, o que representa 62,73% dos votos válidos.
  • Marcelo Aguilar Iunes (PSDB) foi eleito vice-prefeito de Corumbá (MS) em 2016, no 1º turno, com 23.566 votos, o que representa 46,41% dos votos válidos. Iunes assumiu a prefeitura em novembro de 2017.
  • Marcelo Rangel Cruz de Oliveira (PSDB) foi reeleito prefeito de Ponta Grossa (PR) em 2016, no 2º turno, com 98.058 votos, o que representa 55,38% dos votos válidos.
  • Márcio Cláudio Wozniack (PSC) foi eleito prefeito de Fazenda Rio Grande (PR) em 2016, no 1º turno, com 21.777 votos, o que representa 46,31% dos votos válidos.
  • Marcus Paulo Alcântara Bomfim (PT) foi eleito prefeito de Juazeiro (BA) em 2016, no 1º turno, com 114.623 votos, o que representa 40,29% dos votos válidos.
  • Marcus Vinicius de Almeida e Melo (PSDB) foi eleito prefeito de Mogi das Cruzes (SP) em 2016, no 1º turno, com 129.763 votos, o que representa 64,34% dos votos válidos.
  • Maria da Conceição do Nascimento Duarte (DEM) foi eleita prefeita de Lucrécia (RN) em 2016, no 1º turno, com 2.316 votos, o que representa 100% dos votos válidos.
  • Maria Ivete de Godoy Grade (MDB) foi eleita prefeita de Estância Velha (RS) em 2016, no 1º turno, com 7.607 votos, o que representa 33,12% dos votos válidos.
  • Mario Sergio Lubiana (PSB) foi reeleito prefeito de Nova Venécia (ES) em 2016, no 1º turno, com 18.674 votos, o que representa 68,10% dos votos válidos.
  • Mauro Rui Heisler (PSD) foi eleito prefeito de Brasnorte (MT) em 2016, no 1º turno, com 4.065 votos, o que representa 50,53% dos votos válidos.
  • Max Freitas Mauro Filho (PSDB) foi eleito prefeito de Vila Velha (ES) em 2016, no 2º turno, com 119.872 votos, o que representa 58,91% dos votos válidos.
  • Miguel de Souza Leão Coelho (MDB) foi eleito prefeito de Petrolina (PE) em 2016, no 1º turno, com 60.509 votos, o que representa 38,80% dos votos válidos.
  • Milton Barbosa Lima (PT) foi eleito prefeito de Espinosa (MG) em 2016, no 1º turno, com 10.677 votos, o que representa 100% dos votos válidos.
  • Naselmo de Souza Ferreira (MDB) foi eleito prefeito de Fortim (CE) em 2016, no 1º turno, com 7.318 votos, o que representa 62,56% dos votos válidos.
  • Naumi Gomes de Amorim (PSD) foi eleito prefeito de Caucaia (CE) em 2016, no 2º turno, com 80.756 votos, o que representa 54,23% dos votos válidos.
  • Nilza Nilda Simas (PSD) foi eleita prefeita de Itapema (SC) em 2016, no 1º turno, com 14.458 votos, o que representa 50,27% dos votos válidos.
  • Normelia Maria Rocha Correia (PRB) foi reeleita prefeita de Conceição do Jacuípe (BA) em 2016, no 1º turno, com 11.568 votos, o que representa 87,12% dos votos válidos.
  • Olivânio Dantas Remígio (PT) foi eleito prefeito de Picuí (PB) em 2016, no 1º turno, com 6.455 votos, o que representa 54,79% dos votos válidos.
  • Otávio Silveira Sobral (PP) foi eleito prefeito de Itaporanga d’Ajuda (SE) em 2016, no 1º turno, com 10.800 votos, o que representa 54,76% dos votos válidos.
  • Paula Schild Mascarenhas (PSDB) foi eleita prefeita de Pelotas (RS) em 2016, no 1º turno, com 112.358 votos, o que representa 59,86% dos votos válidos.
  • Pauline de Fátima Pereira Albuquerque (PP) foi reeleita prefeita de Campo Alegre (AL) em 2016, no 1º turno, com 14.581 votos, o que representa 82,63% dos votos válidos.
  • Pauline de Fátima Pereira Albuquerque (PP) foi reeleita prefeita de Campo Alegre (AL) em 2016, no 1º turno, com 14.581 votos, o que representa 82,63% dos votos válidos.
  • Paulo Pombo Tocantins (PSDB) foi reeleito prefeito de Paragominas (PA) em 2016, no 1º turno, com 34.375 votos, o que representa 65,86% dos votos válidos.
  • Pedro Socorro do Nascimento (SD) foi eleito prefeito de Limeira do Oeste (MG) em 2016, no 1º turno, com 2.872 votos, o que representa 58,24% dos votos válidos.
  • Rafael Valdomiro Greca de Macedo (DEM) foi eleito prefeito de Curitiba (PR) em 2016, no 2º turno, com 461.736 votos, o que representa 53,25% dos votos válidos.
  • Raimundo Lacerda Filho (PSD) foi eleito prefeito de Icapuí (CE) em 2016, no 1º turno, com 7.263 votos, o que representa 54,58% dos votos válidos.
  • Raimundo Luna Neto (PDT) foi reeleito prefeito de Jucás (CE) em 2016, no 1º turno, com 8.747 votos, o que representa 55,11% dos votos válidos.
  • Raimundo Weber de Araújo (PRB) foi reeleito prefeito de Russas (CE) em 2016, no 1º turno, com 20.841 votos, o que representa 47,22% dos votos válidos.
  • Raquel Teixeira Lyra (PSDB) foi eleita prefeita de Caruaru (PE) em 2016, no 2º turno, com 93.803 votos, o que representa 53,15% dos votos válidos.
  • Renata Torres de Sene (PRB) foi eleita prefeita de Francisco Morato (SP) em 2016, no 1º turno, com 23.515 votos, o que representa 29,78% dos votos válidos.
  • Ricardo Pereira do Nascimento (Cidadania) foi eleito prefeito de Princesa Isabel (PB) em 2016, no 1º turno, com 6.270 votos, o que representa 52,21% dos votos válidos.
  • Rodrigo Maicon de Santana Andrade (MDB) foi eleito prefeito de Mutuípe (BA) em 2016, no 1º turno, com 7.307 votos, o que representa 55,59% dos votos válidos.
  • Rogério José Frigo (PSDB) foi eleito prefeito de Nova Veneza (SC) em 2016, no 1º turno, com 5.403 votos, o que representa 51,84% dos votos válidos.
  • Rogério Luciano Pacheco (PSDB) foi eleito prefeito de Concórdia (SC) em 2016, no 1º turno, com 20.363 votos, o que representa 45,71% dos votos válidos.
  • Rosária de Fatima Chaves (PCdoB) foi eleita prefeita de Cururupu (MA) em 2016, no 1º turno, com 10.984 votos, o que representa 62,23% dos votos válidos.
  • Rubens Furlan (PSDB) foi eleito prefeito de Barueri (SP) em 2016, no 1º turno, com 143.250 votos, o que representa 84,73% dos votos válidos.
  • Saulo Pedroso de Souza (PSD) foi reeleito prefeito de Atibaia (SP) em 2016, no 1º turno, com 37.300 votos, o que representa 56,52% dos votos válidos.
  • Sebastião Carlos Chaves de Medeiros (Podemos) foi reeleito prefeito de Pedras de Maria da Cruz (MG) em 2016, no 1º turno, com 3.135 votos, o que representa 53,03% dos votos válidos.
  • Sérgio Antonio Carvalho de Azevedo (PSDB) foi eleito prefeito de Poços de Caldas (MG) em 2016, no 1º turno, com 37.284 votos, o que representa 48,88% dos votos válidos.
  • Terezinha Aparecida Castilho Varoni (DEM) foi eleita prefeita de Coroados (SP) em 2016, no 1º turno, com 1.783 votos, o que representa 51,89% dos votos válidos.
  • Thales André Fernandes (MDB) foi reeleito prefeito de Major Sales (RN) em 2016, no 1º turno, com 1.422 votos, o que representa 55,74% dos votos válidos.
  • Thiago Antônio Briganó (PSDB) foi eleito prefeito de Ibirarema (SP) em 2016, no 1º turno, com 2.568 votos, o que representa 66,32% dos votos válidos.
  • Thiago dos Santos Michelin (PRB) foi eleito prefeito de Itaí (SP) em 2016, no 1º turno, com 3.558 votos, o que representa 27,89% dos votos válidos.
  • Tiago Gorski Lacerda (PP) foi eleito prefeito de Santiago (RS) em 2016, no 1º turno, com 17.922 votos, o que representa 60,12% dos votos válidos.
  • Valmir dos Santos Costa (PL) foi reeleito prefeito de Itabaiana (SE) em 2016, no 1º turno, com 35.559 votos, o que representa 65,83% dos votos válidos.
  • Vilson Roberto Bastos dos Santos (PT) foi eleito prefeito de Cruz Alta (RS) em 2016, no 1º turno, com 15.202 votos, o que representa 44,33% dos votos válidos.
  • Wellington Carlos Silva (PP) foi eleito prefeito de Santo Antônio de Lisboa (PI) em 2016, no 1º turno, com 1.841 votos, o que representa 38,94% dos votos válidos.

Agradecimentos especiais a Renato Giraldi pela busca e compartilhamento das informações.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política. Contribua: apoia.se/conexaopolitica

alan correa criação de sites