Redes Sociais

China

Coronavírus: EUA aumentam de 5 para 20 os aeroportos que verificam passageiros; vôos são cancelados em todo o mundo

Guilherme L. Campos

Publicado

em

Os Estados Unidos, por meio da Central de Controle de Doenças (CDC) e o Departamento de Saúde, ampliaram nesta quarta-feira (29) o número de aeroportos que checam por sintomas do coronavírus em passageiros vindos da China.

Até então somente 5 aeroportos estavam realizando a verificação, agora serão 20, segundo o comunicado do governo americano.

São eles:

  1. Los Angeles International
  2. San Francisco International
  3. Chicago O’Hare
  4. New York JFK
  5. Atlanta Hartsfield-Jackson International
  6. Houston George Bush International
  7. Dallas-Fort Worth International
  8. San Diego International
  9. Seattle-Tacoma International
  10. Honolulu International
  11. Anchorage Ted Stevens International
  12. Minneapolis-St. Paul International
  13. Detroit Metropolitan
  14. Miami International
  15. Washington Dulles International
  16. Philadelphia International
  17. Newark Liberty International
  18. Boston Logan International
  19. El Paso International
  20. Puerto Rico’s San Juan Airport

Com a ampliação da checagem, o vice-presidente Mike Pence disse que 90% dos passageiros vindos da China serão examinados por agentes americanos.

Os passageiros também serão obrigados a preencher um formulário com informações sobre a viagem, possíveis sintomas e dados de contato.

Vôos para a China são suspensos

Ontem a companhia aérea americana United Airlines anunciou a suspensão de 24 vôos para a China e hoje foi a vez de outras empresas anunciarem a suspensão de vôos.

A Delta, que opera 42 vôos semanais entre os EUA e China, anunciou o corte de 21 vôos, quase a metade de sua operação. Segundo a companhia a razão da redução é a mesma da United: falta de demanda devido ao perigo crescente do coronavírus.

American Airlines, Air Canada, Air India, Asiana Airlines, British Airways, Cathay Pacific, Lufthansa, JAL, Korea Air, e diversas outras companhias aéreas anunciam a todo instante a suspensão de vôos para parte ou toda a China.

Número de mortos e infectados não pára de subir

Apesar da maior parte dos casos estar concentrada na China, o temor pela doença cresce em todo o mundo na mesma velocidade de novos infectados e mortos pelo coronavírus. Até a publicação desta matéria o número de infectados passava de 7 mil; 170 mortos; 17 países afetados; e 1,220 pessoas em estado grave.

 

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Católico, Conservador, Correspondente Internacional, Observador Político e criador do 'Direto da América'. Atualmente vive no estado da Pensilvânia, Estados Unidos.

alan correa criação de sites