Redes Sociais

Últimas

Contra obrigatoriedade da vacina, Luiz Lima diz que apoia a substância chinesa, “se tiver uma comprovação de eficácia”

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Luis Macedo | Agência Câmara

Durante uma sabatina da revista Veja, o candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro, Luiz Lima (PSL), foi questionado sobre o surto da covid-19 no país.

Em determinado momento, ele falou sobre a obrigatoriedade da vacina, que vem gerando muita polêmica entre autoridades e civis.

Luiz Lima disse apoiar a substância chinesa, “se tiver uma comprovação de eficácia”.

“Particularmente, como cidadão e deputado federal, se a vacina tiver uma comprovação de eficácia, eu estou de acordo, seja de onde ela vier”, afirmou.

Apesar disso, assegurou que não se pode obrigar os cidadãos a se vacinarem caso estes não queiram a aplicação da dose.

Ainda sobre os impactos da pandemia, o candidato do PSL afirmou que é a favor do retorno às aulas presenciais imediatamente. 

“Temos 1542 escolas, 40 mil professores, 640 mil alunos. É tão grande o número de colégios municipais no Rio que, se o prefeito visitar uma escola por dia, não consegue visitar todas até o fim do mandato. Eu pretendo fazer o retorno imediato das aulas. Imediato”, acrescentou.
Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Professor, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho.

alan correa criação de sites