Redes Sociais

Últimas

“Cochilei mas votei”, diz deputado que dormiu em sessão remota da Câmara

Marcos Rocha

Publicado

em

LC TV | Divulgação

Uma sessão remota da Câmara dos Deputados sobre a Medida Provisória da carteira de trabalho verde e amarela que começou às 16h de terça-feira (14), virou a madrugada e nem todos os parlamentares aguentaram a votação inteira acordados.

Foi o caso do deputado federal Charles Fernandes (PSD-BA), que foi flagrado em um vídeo levantando de sua cama, após um cochilo.

“Eu dei uma cochilada mesmo, mas eu votei em todas. Não ficou nenhuma sem votar”, afirmou o parlamentar à Folha de S. Paulo. Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a Câmara dispensou todos os parlamentares do trabalho presencial e tem realizado sessões remotas, por chamadas de vídeo.

“Começamos tarde e você fica ali sentado ouvindo… o cansaço bateu, foram muitas horas seguidas de votação”, conta o deputado sobre seu cochilo.

Charles Fernandes está em sua casa, em Guanambi, no interior da Bahia, onde já foi prefeito. O deputado explica que não desliga a câmera durante as sessões , mas às vezes se afasta para dar uma “recostada”, quando fica acompanhando apenas o áudio da chamada.

“Apanhando um mosquito aqui e ali, mas acompanhando a sessão”, declarou.

Charles Fernandes diz que “o Congresso nunca trabalhou tanto como agora. Na semana passada, a gente trabalhou até sexta-feira”. Em situações normais, as sessões ordinárias da Câmara acontecem de terça a quinta. O deputado afirma que sente saudade das votações presenciais.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

FALE COMIGO: contato[email protected] | Editor-chefe do Conexão Política | Residente e natural de Campo Grande/MS

alan correa criação de sites