Redes Sociais

Últimas

Forças Armadas da Bolívia pedem a renúncia de Evo Morales

Marcos Rocha

Publicado

em

Reprodução

O comandante em chefe das Forças Armadas da Bolívia, Williams Kaliman, fez um pronunciamento à imprensa pedindo a renúncia do presidente Evo Morales, que pela manhã havia convocado novas eleições após os resultados de uma auditoria ter apontado indícios de fraudes durante a votação que o teria conduzido ao quarto mandato consecutivo.

No comunicado, Kaliman diz que as Forças Armadas estão “zelando pela vida e a segurança da população”.

O Exército da Bolívia anunciou neste domingo operações aéreas e terrestres contra grupos armados, após vários ataques serem cometidos contra caravanas de ônibus que levavam opositores do presidente do país.

“Depois de analisar a situação dos conflitos internos, sugerimos ao presidente de Estado que renuncie seu mandato, permitindo a pacificação e manutenção da estabilidade, para o bem da nossa Bolívia”, diz a nota oficial do Comando das Forças Armadas.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

FALE COMIGO: [email protected] | Editor-chefe do Conexão Política | Residente e natural de Campo Grande/MS

Parceiros

alan correa criação de sites