Redes Sociais

Coronavírus

Capital da Groenlândia proíbe venda de bebidas alcoólicas para proteger crianças de violência doméstica

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: John Rasmussen

As autoridades da Groenlândia proibiram temporariamente a venda de bebidas alcoólicas na capital, Nuuk, para proteger crianças da violência e abusos em casa, agora que as escolas foram fechadas devido à crise do vírus chinês.

A ministra da Saúde, Martha Abelsen, disse à mídia local que a violência doméstica aumentou nas últimas semanas, desde que foram tomadas medidas para conter a disseminação do coronavírus chinês.

“As crianças devem ter um lar seguro”, afirmou o primeiro-ministro da Groelândia, Kim Kielsen, que proibiu a venda de bebidas alcoólicas até 15 de abril.

O governo também quer usar a medida para reduzir o número de intoxicações por álcool.

Quase 1 em cada 3 groenlandeses foi vítima de abuso sexual na infância. Segundo especialistas, isso se deve principalmente ao consumo excessivo de álcool e à falta de atenção aos direitos da criança.

As primeiras infecções por coronavírus chinês foram detectadas na Groenlândia na segunda-feira passada (23). Cerca de 10 pessoas foram infectadas. Destes dez casos, duas pessoas já se recuperaram.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »
alan correa criação de sites