Redes Sociais

Últimas

Bolsonaro sobre nome de Chico Rodrigues como vice-líder do governo: indicado pelos líderes partidários

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

PR

O presidente Jair Bolsonaro voltou a falar sobre a situação envolvendo o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), encontrado com dinheiro na cueca durante operação da Polícia Federal (PF).

Durante live nas redes sociais nesta última quinta-feira (15), ele leu algumas manchetes de jornais associando de forma direta o parlamentar ao governo.

Por conta disso, Bolsonaro argumentou que o Executivo é formado apenas por ministros, estatais e bancos públicos, logo o caso que envolveu Chico, por exemplo, não poderia ser associado a ele ou ao seu comando.

“O que dói é você trabalhar igual a um desgraçado e uns idiotas aí te acusarem de corrupção”, disse.

“Alguns querem dizer que o caso de Roraima tem a ver com o governo porque ele é o meu vice-líder. Olha, pessoal. Eu tenho, no total, 18 vice-líderes no Congresso. Quinze na Câmara, que foram indicados pelos líderes partidários, e três no Senado, que é de comum acordo”, continuou.

Bolsonaro finalizou dizendo que o conhecimento de atuações, sejam elas suspeitas ou não, passam pela mão da Controladoria-Geral da União (CGU).

“Pode estar havendo corrupção em algum setor? Pode, não é fácil você administrar. Por exemplo: o Rogério Marinho tem 20 mil obras em execução. Como ele vai tomar conta dessas 20 mil obras? Ele faz em cima do critério da confiança, pede apoio da CGU.”

Professor, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho.

alan correa criação de sites