Redes Sociais

Últimas

Bolsonaro sobe o tom contra João Doria: “O povo brasileiro não será cobaia de ninguém”

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Isac Nóbrega | PR

O presidente da República, Jair Bolsonaro, usou as redes sociais para reforçar o cancelamento do acordo feito pelo Ministério da Saúde para comprar 46 milhões de doses da vacina chinesa contra a covid-19.

Conforme noticiou o Conexão Política, a medida do governo desautoriza o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que assinou o protocolo de aquisição das doses nesta terça-feira (20).

Em tom incisivo, Bolsonaro classificou a substância farmacêutica de “vacina chinesa de João Dória”.

O chefe do Executivo frisou que a população brasileira não será colocada como experimento laboratorial do país asiático.

“A vacina chinesa de João Dória. Para o meu Governo, qualquer vacina, antes de ser disponibilizada à população, deverá ser comprovada cientificamente pelo Ministério da Saúde e Certificada pela Anvisa. O povo brasileiro não será cobaia de ninguém”, declarou Bolsonaro.

Jornalista, professor e comentarista político. Cobre os bastidores de Brasília no Conexão Política.