Redes Sociais

Últimas

Bolsonaro está sendo operado e procedimento deve durar até três horas; entenda

Informação é do mesmo médico que comandou operações anteriores.

Redação

Publicado

em

Bolsonaro está sendo operado e procedimento deve durar até três horas; entenda 21
Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro está sendo operado neste domingo (8) no Hospital Vilar Nova Star, em São Paulo, para corrigir uma hérnia ocasionada pelas três cirurgias que foi submetido nos últimos meses.

A série de cirurgias à qual Bolsonaro se submete é fruto da facada sofrida por ele durante a campanha eleitoral de 2018.

O homem que tentou matar Bolsonaro é Adélio Bispo de Oliveira, militante de esquerda e ex-filiado do PSOL.

Adélio foi considerado inimputável pela Justiça Federal em Juiz de Fora (MG).

Ou seja, de acordo com as leis penais, não pode ser responsabilizado criminalmente
por seus atos.

De acordo com a perícia, o acusado é portador de Transtorno Delirante Persistente.

Entenda mais sobre a 4° cirurgia de Bolsonaro

A cirurgia do presidente Jair Bolsonaro, para correção de uma hérnia incisional, é uma intervenção mais simples e deve durar até três horas.

A informação é da Agência Brasil, que consultou o médico André Luiz de Vasconcellos Macedo, o mesmo cirurgião que comandou as duas operações anteriores do presidente, para instalação e remoção da bolsa de colostomia.

“É um procedimento bem mais simples e eu calculo que deve durar entre duas ou três horas”, disse Macedo à Agência Brasil.

Segundo o médico, a cirurgia também fecha o ciclo de tratamento do presidente relacionado à facada.

O Palácio do Planalto informou nesta sexta-feira (6) que Bolsonaro vai se licenciar do cargo por cinco dias e não três, como previsto inicialmente.

O presidente chegou à capital paulista ainda na noite de ontem (7) e passou a noite no hospital.

A partir de hoje (8), o vice-presidente Hamilton Mourão assume oficialmente o governo.

A previsão é que Bolsonaro retome o cargo ainda no hospital, enquanto estiver internado, mas somente após um período inicial de recuperação.

Ao todo, ele deve permanecer no hospital por até dez dias.

Acompanham o presidente, durante a internação em São Paulo, a primeira-dama Michelle Bolsonaro e dois de seus filhos: o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSL-RJ) e o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política. Contribua: apoia.se/conexaopolitica

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites