Redes Sociais

Últimas

Bolsonaro comete “erro de amador”, diz Simone Tebet

Marcos Rocha

Publicado

em

Bolsonaro comete "erro de amador", diz Simone Tebet 16
Pedro França | Agência Senado

A presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado Federal, Simone Tebet (MDB-MS), declarou nesta última segunda-feira (15), que o presidente Jair Bolsonaro comete um “erro de amador” ao afirmar que irá indicar um ministro “terrivelmente evangélico” para o STF (Supremo Tribunal Federal).

De acordo com a parlamentar, Bolsonaro pode indicar um ministro de qualquer religião, mas não deveria ter anunciado que esse seria o seu critério.

Os indicados para a Corte são sabatinados na CCJ e, depois, precisam ser aprovados pelo plenário da Casa.

“Ele pode escolher um evangélico. É um direito que ele tem, como ele pode escolher um católico ou um ateu. Mas, ao meu ver, foi no mínimo uma declaração equivocada para não dizer até, assim… O termo que eu posso utilizar para substituir, [é erro] de amador. O termo é até outro. Porque ele pode colocar alguém que ele entenda terrivelmente evangélico e sem precisar dizer. A gente só ia dizer: ‘Ah, ele evangélico. Qual é o problema?’. Não vamos avaliar porque ele é evangélico ou porque é ateu, vamos avaliar se ele tem competência ou não tem competência”, declarou. 

Para Tebet, o maior erro de Bolsonaro são “ataques às instituições democráticas”.

“Acho que o presidente erra mais ao falar até do que ao agir. Se ele não tivesse falado e nomeasse alguém terrivelmente evangélico, seja lá o que isso signifique, nós não estaríamos falando nada disso, estaríamos falando: ‘É capaz? Não é capaz? Vai ser votado, não vai ser votado?’. É um erro dele. Foi um erro dele. E mais um. Acho que o maior erro dele é querer ir contra as instituições democráticas. Órgãos de controle, Poder Judiciário, a mídia e o Congresso Nacional”, finalizou.


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

CONTATO: [email protected] | Editor-chefe do Conexão Política, residente e natural de Campo Grande/MS, assistente de gabinete junto ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ/MS) e estudante de Ciências Jurídicas.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites