Redes Sociais

Política

Assembleia Legislativa do Rio autoriza abertura de impeachment contra Wilson Witzel

Marcos Rocha

Publicado

em

José Cruz | Agência Brasil

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), em votação simbólica na tarde desta quarta-feira (10), autorizou a abertura de processo de impeachment contra o governador Wilson Witzel (PSC).

Com o voto da deputada estadual Lucinha (PSDB), feito há pouco, já são 36 opiniões favoráveis ao estabelecimento do processo, ou seja, mais da metade do Parlamento, o que já permite a abertura. No total, 70 parlamentares devem votar até o final da tarde.

Ao final da votação, caberá ao presidente da Alerj, André Ceciliano (PT) publicar no Diário Oficial um ato dando prazo de 48 horas para que os partidos indiquem os seus representantes para a Comissão Especial, que irá analisar a admissibilidade da denúncia.

A comissão terá outras 48 horas para eleger presidente e relator. O governador será notificado a apresentar a defesa em até dez sessões.

Ao fim do prazo, a comissão elabora o parecer, que será lido e votado em plenário.

Se os deputados aceitarem a denúncia (por maioria qualificada, ou seja, mais de dois terços do plenário), Witzel será afastado do cargo e será formado um tribunal misto para julgá-lo — com representantes da Assembleia e do Tribunal de Justiça.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

FALE COMIGO: [email protected] | Editor-chefe do Conexão Política | Residente e natural de Campo Grande/MS

alan correa criação de sites