Redes Sociais

Artigo

ARTIGO: O Renascimento da Direita Brasileira 

Redação

Publicado

em

ARTIGO: O Renascimento da Direita Brasileira  16
Imagem: Agência Brasil

O Renascimento da Direita Brasileira 

De acordo com o IBOPE em pesquisa de 2016, o Brasil tem cerca de 54% de conservadores no nosso país, em pesquisa que perguntou sobre temas polêmicos como: aborto, pena de morte, prisão perpétua, casamento entre pessoas do mesmo sexo e redução da maioridade penal.

Para ser considerado conservador de alto grau era necessário 0,7 em pontuação nas respostas nos temas acima. Com pontuação entre 0,4 e 0,6 eram considerados conservadores de nível médio ficou em 41%, surpreendente? Nem tanto, um país que de acordo com o Censo tem 86,8% de cristãos de nada surpreende ser conservador. Em relação a 2010 temas como redução da maioridade penal  pularam de 63% a 78% de aceitação, o que demonstra uma ascensão da Direita, seja ela conservadora ou liberal.

Mas por que a esquerda dominou/domina o Brasil na área política?

Acredite ou não o PSDB ‘’representou’’ digamos assim, a  direita brasileira nos últimos anos. Os socialistas fabianos conseguiram esse status por alguns projetos mais liberais como a privatização de algumas empresas. Porém  o mesmo PSDB que tentou ingressar na Organização Internacional Socialista instaurou projetos como taxar os mais ricos, mais impostos e etc.

Digamos que 99% dos partidos brasileiros são de esquerda ou centro, há dois partidos que se auto intitulam de direita no Brasil, o PRTB de Levy Fidélix e o NOVO um partido liberal. É um número absurdamente pequeno em relação aos brasileiros que tem esse pensamento, há um terceiro partido entrando como direita o Patriota que será o partido que abrigará Jair Bolsonaro nas próximas eleições.

Como disse Edmund Burke, um grande pensador do meio conservador:

‘’ Para o triunfo do mal só é preciso que os bons homens não façam nada’’.

Esse é um dos motivos que a direita brasileira não crescia. Ser político no Brasil é visto como algo muito ruim (e temos muitos motivos para pensar assim), porém não é bem assim, se a direita não tiver representantes a esquerda vai simplesmente tomar esse lugar.

A estratégia de Trotsky seguindo o pensamento de Maquiavél é que ‘’os fins justificam os meios’’ a base do pensamento de esquerda que assim dominava o Brasil. Sim. Dominava, porque desde os primeiros protestos contra a ex-presidente Dilma, protestos que culminaram nesse crescimento da direita, muitos movimentos nasceram, movimentos como MBL, Movimento nas Ruas e Vem Pra Rua, Revoltados Online, entre outros.

Desde o fim da ditadura os movimentos de esquerda dominam a mídia e universidades, e após esses atos surgiram mídias mais a direita como o Conexão Política, Politz, Renova Mídia, Reaçonaria, Senso Incomum e também movimentos em universidades como o a UNED que vem conseguindo muitos adeptos.

Isso só afirmou o renascimento de uma direita que hoje tem vários representantes ganhando destaques na política como Jair Bolsonaro e seus filhos, Marco Feliciano e Magno Malta representando os conservadores e Kim Kataguiri e Fernando Holiday representando os liberais.

Independente de ser liberal ou conservador, de gostar ou não desses nomes acima, a direita deve se unir para assim ocupar o espaço que há muito tempo vem sendo preenchido pela esquerda.

O desafio da direita brasileira é se estabelecer no meio político, assim tirando o domínio da esquerda. Veremos em 2018 nas urnas o resultado de tudo isso, deputados, senadores, governadores e quem sabe um presidente de direita eleito.

 

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política. Contribua: apoia.se/conexaopolitica

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites