Redes Sociais

Brasil

Arthur do Val, do MBL, protocola pedido de impeachment de Bolsonaro

Além dele, um outro integrante do movimento pediu a deposição do chefe do Executivo.

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Carol Jacob | Alesp

O deputado estadual de São Paulo Arthur do Val (Patriota), que ficou popularmente conhecido como ‘Mamãe Falei’, devido o canal dele no YouTube, protocolou um pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro por causa da requisição de medicamentos usados para intubação de pacientes com Covid-19.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), tem dito que encaminhou nove ofícios ao Ministério da Saúde solicitando suporte do governo federal, mas não obteve retorno.

De acordo do Arthur, que é um dos integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL), Bolsonaro incorreu em crime de responsabilidade.

“De maneira indireta, o presidente da República fez exatamente aquilo que o STF vedou: confiscou bens dos estados”, diz trecho da representação.

No Twitter, o parlamentar fez um convocação para “a bancada paulista de deputados federais a assinarem comigo esse pedido”.

E acrescentou:

“Não dá mais para ficar quieto! Acabou o muro.”

MBL pela queda de Bolsonaro 

Conforme registrou o Conexão Política no dia 12 deste mês, um outro integrante do MBL pediu o impeachment do mandatário.

Trata-se de Kim Kataguiri (DEM-SP), que apresentou um mandado de injunção ao Supremo Tribunal Federal (STF) para obrigar o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), a analisar os pedidos que já estão na Casa Legislativa.

Caso Lira não prossiga, existe a possibilidade de os parlamentares recorrerem ao plenário da Câmara.

Eleitos na ‘onda bolsonarista’ em 2018, Arthur, Kim e os demais colegas de movimento romperam com Bolsonaro no ano seguinte, assumindo protagonismo na oposição em diversas pautas do governo federal.

Jornalista, professor e comentarista político. Cobre os bastidores de Brasília no Conexão Política.