Redes Sociais

Últimas

Após descoberta de tweets preconceituosos, Bruno Gagliasso perde patrocínio

Marcos Rocha

Publicado

em

Imagem: Reprodução/YouTube

Após a descoberta de vários tweets considerados preconceituosos envolvendo homossexuais e mulheres, o ator Bruno Gagliasso começa a perder patrocínios.

O Banco Itaú, através do Twitter, informou que “não aceita qualquer tipo de preconceito e discrimininação” e que “o ator citado não faz mais parte das campanhas ativas“.

Até o momento, faltam os posicionamentos de outros cinco patrocinadores, sendo: Nextel Brasil, Renault Brasil, Listerine Brasil, Havaianas Brasil e Olympikus Brasil.

ENTENDA

Nesta semana, após uma piada com o jogador Mbappé, antigos tweets do youtuber Júlio Cocielo foram descobertos por internautas, causando uma debandada de patrocinadores do canal do artista.

O ator Bruno Gagliasso foi para o ataque e pediu boicote aos vídeos do rapaz, mas os seguidores do ator também encontraram mensagens do global de teor preconceituoso envolvendo mulheres e homossexuais.

CONTATO: [email protected] | Residente e natural de Campo Grande (MS), assistente de gabinete junto ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS), estudante de Ciências Jurídicas e editor-chefe do Conexão Política.

Publicidade
7 Comentários

7 Comments

  1. Débora

    12.07.2018 at 11:31

    Esse senhor, nunca me enganou, eu sempre soube que ele adotou a menina, apenas para levantar o ego, com tantas crianças no Brasil , na miséria, ele quis posar de Badd pity e Angelina.. um dia a verdade sempre aparece….

  2. sandrobh

    06.07.2018 at 21:18

    Havaianas tbm deu chicotada nele… kkkkkk

  3. Rafael

    06.07.2018 at 10:24

    Eu acho e pouco. Quem com lacre lacra, com lacre sera lacrado

  4. Michael

    06.07.2018 at 06:29

    Minha avó ja dizia : macaco senta no seu rabo e aponta o dos outros

  5. Antônio César Guimarães

    06.07.2018 at 05:20

    Esse bar deveria promover grátis uma rodada gigante acompanhada de churrasco, comemorando o encarceramento do “paladino do mal” , Gilmar Mendes.

  6. Natacha Ornellas

    06.07.2018 at 00:44

    Morreu pelo próprio veneno …o politicamente correto. Mas é certo que o galãzinho , ícone da defesa do politicamente correto, foi muito além. Bem feito!

  7. Lucas

    05.07.2018 at 18:23

    Outras marcas já se posicionaram favoráveis ao ator através de respostas em comentários no Facebook, como Renault e Olympikus.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites