Redes Sociais

Brasil

CNN afasta debatedor que acusou Bolsonaro de cometer genocídio

Tiago Netto

Publicado

em

Reprodução

A CNN Brasil decidiu afastar do programa ‘O Grande Debate’ o advogado Marcelo Feller, que na última segunda-feira (13) acusou o presidente Jair Bolsonaro de ser genocida, por causa das mortes causadas pela pandemia de covid-19.

– É errado juridicamente falar em genocídio? Sim. Mas social e politicamente, como chamar alguém que é diretamente responsável por pelo menos 7 mil mortes. Não sou eu que estou falando. É o estudo da Universidade de Cambridge e da FGV. Não é o Exército que é genocida, é o presidente, politicamente falando – disse o advogado.

O assessor especial do presidente, Arthur Weintraub, protocolou junto ao Ministério Público Federal de São Paulo, uma representação para apuração de eventuais crimes que podem ter sido cometidos com a fala do jurista.

Segundo a jornalista da Folha de S. Paulo, Mônica Bérgamo, a saída de Feller da emissora aconteceu nesta última quinta-feira (16).

Colunista do Conexão Política. Brasileiro com muito orgulho e apaixonado por esta nação. Cristão.

alan correa criação de sites