Redes Sociais

Últimas

Amazon admite escutar e analisar conversas privadas e momentos íntimos através do Alexa

A Bloomberg informou que a Amazon tem equipes de pessoas ao redor do mundo encarregadas de transcrever gravações tiradas das residências e escritórios dos usuários da Echo.

Publicado

em

Reprodução / Internet

A Amazon admitiu empregar milhares de pessoas em todo o mundo para ouvir conversas privadas através de sua linha de alto-falantes Echo, usando o assistente digital Alexa, e os funcionários estão revelando o que ouviram.

A Bloomberg informou que a Amazon tem equipes de pessoas ao redor do mundo encarregadas de transcrever gravações tiradas das residências e escritórios dos usuários da Echo. Em um turno, os analistas ouvem cerca de 1.000 áudios, o que a empresa diz ser minúsculo, considerando as dezenas de milhões de pessoas que possuem os sistemas.

Um porta-voz da empresa explicou: “Anotamos apenas uma amostra extremamente pequena de gravações de voz do Alexa para melhorar a experiência do cliente. Por exemplo, essas informações nos ajudam a treinar nosso sistema de reconhecimento de fala e compreensão de linguagem natural, para que o Alexa possa entender melhor suas solicitações e garantir que o serviço funcione bem para todos”.

O Daily Mail observou que “algumas preocupações foram levantadas por algumas pessoas no passado de que os sistemas de alto-falantes inteligentes poderiam ser usados ​​para ouvir conversas de usuários, muitas vezes com o objetivo de direcionar os usuários à publicidade”. Mas os analistas estão ouvindo muito mais do que apenas os interesses dos clientes.

De acordo com o Mail, os trabalhadores da Amazon admitiram ter ouvido pessoas cantando no chuveiro, discutindo detalhes de contas bancárias e até conversas íntimas. Os funcionários também ativaram o alarme ao ouvir situações angustiantes como uma criança pedindo ajuda e casos em que um ataque sexual poderia ter ocorrido.

É apenas uma questão de tempo, dizem os especialistas, antes que a aplicação da lei receba acesso para ouvir o que a Alexa também ouve.

O consultor de segurança Robert Graham disse ao Gizmodo há alguns anos: “É provável que leis sejam aprovadas para permitir que a polícia ative remotamente esses dispositivos e escute os suspeitos, como descrito no livro ‘1984’.”

Com informações de The Blaze.


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Cristão, conservador — o termo usado por idiotas é extrema direita: pró-vida, pró-família, pró-armas —, pedagogo, escritor e poeta. Vivo de poesia pra não morrer de razão. — www.andersonsandes.net

Publicidade
2 Comentários

2 Comments

  1. Geraldo Gomes

    15.04.2019 at 08:07

    Podiam até fazer isto mas não as escondidas como é feito. Avise primeiro e se o usuário concordar então ative o sistema. Será que nossos celulares estão nos espionando mesmo fora de chamadas?

  2. Alessandro

    14.04.2019 at 08:35

    Se for parar para pensar bem mesmo, ninguém está 100% seguro com sua privacidade nesse mundo, computadores, smartphones, TVs, câmeras e etc. sempre há o risco de ter algum chip que pode estar gravando nossa conversa, ou até monitorando nossos passos, estamos vivendo um verdadeiro Big Brother como descreveu em seu livro 1984 de George orwell, quem não quiser sofrer com esse tipo de interferência, vai ter que fugir para as montanhas ou viver em alguma floresta, e ainda sim corre um certo risco, pois vamos lembrar que há alguns satélites militares espiões que monitoram lá do espaço.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoiar

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites