Redes Sociais

Últimas

46 detentos de Altamira serão transferidos para presídio em Belém

Davy Albuquerque

Publicado

em

Ainda nesta segunda-feira (30), o governador do Pará, Helder Barbalho, acertou a transferência de 46 presos de Altamira para Belém. Oito líderes criminosos serão encaminhados a presídios federais. Outros oito irão para penitenciárias da capital, onde ficarão em isolamento. Mais 30 detentos seguirão para outras cinco cadeias. Segundo a Susipe, 100 agentes participarão das operações de transferência.

“O objetivo é tirar do mesmo ambiente as facções rivais. Já foram identificados, presos em flagrante e serão responsabilizados alguns dos envolvidos nas mortes. O policiamento na região de Altamira será reforçado, e também nas casas penais de Belém, onde faremos uma redistribuição dos internos como medida de segurança”, disse o titular da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado.

De acordo com o governo do Pará, ficou definida a conclusão do presídio de Vitória do Xingu, na mesma região de Altamira, com capacidade para 306 presos adultos e 200 mulheres no regime fechado. A nova cadeia poderá ainda abrigar 200 detentos em regime semiaberto. A companhia Norte Energia havia se responsabilizado por construir o presídio como obra de compensação ambiental da Usina Hidrelétrica de Belo Monte e agora prometeu ao governo entregá-lo em 60 dias.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Colunista político e editor-chefe do Conexão Política; Fundador do Movimento Brasil Conservador. Brasileiro com orgulho, cristão por convicção, política por vocação.

alan correa criação de sites