Redes Sociais

Coronavírus

Em 8 dias, prefeitura do Rio fez 11 mil autuações no comércio

Marcos Rocha

Publicado

em

Seop | Divulgação

Fiscais da prefeitura do Rio de Janeiro/RJ, com apoio da Polícia Militar, registraram mais de 11 mil autuações e fecharam 155 estabelecimentos em oito dias por “desrespeito às medidas de prevenção à Covid-19”.

O balanço foi divulgado neste sábado (17) pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop).

Entre as autuações estão interdições e multas a estabelecimentos, infrações sanitárias, multas de trânsito, reboques e apreensões de mercadorias.

Foram aplicadas 539 multas contra bares, restaurantes e ambulantes. Somente nesta última sexta-feira (16), o número de autuações chegou a 2.151, com 14 estabelecimentos interditados.

O prefeito Eduardo Paes (DEM) prorrogou até 27 de abril o decreto com as restrições que, segundo a administração municipal, visam conter a transmissão da peste chinesa e reduzir o número casos, internações e óbitos causados pela doença.

Com isso, continua proibida a realização de eventos de qualquer natureza, festas e rodas de samba, tanto em áreas públicas como particulares. O decreto também proíbe o funcionamento de boates, danceterias, salões de dança e casas de espetáculo.

Para bares, lanchonetes, restaurantes, quiosques da orla e congêneres, o funcionamento é permitido, com atendimento apenas para os clientes sentados às mesas e até as 21h. A partir daí, esses locais têm tolerância de uma hora para encerrar o atendimento.

Com informações, Agência Brasil.

FALE COMIGO: [email protected] — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).