Sergio Moro determina que tríplex de Lula no Guarujá vá a leilão

Autor: Nenhum comentário Compartilhar:

Nesta segunda-feira (29), o juiz Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em Curitiba, determinou a venda em leilão público do tríplex 164-A do Condomínio Solaris, Guarujá, que levou à condenação do ex-presidente Lula a 12 anos e um mês de prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O imóvel já havia sido confiscado desde julho do ano passado como produto do crime, assim como o bloqueio de outros bens do petista.

Os valores da venda serão depositado em conta judicial até o trânsito em julgado da sentença. Caso a sentença seja confirmada nos tribunais superiores – o STF e o STJ, o valor será revertido à Petrobras, considerada a vítima do processo. Em caso de não ser confirmada, o dinheiro será devolvido à OAS Empreendimentos ou ao ex-presidente, segundo determinação do magistrado.

“Atualmente [o imóvel] não pertence à OAS Empreendimentos nem ao ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Está submetido à constrição da Justiça e será alienado para que o produto reverta em benefício da vítima, a Petrobrás”, afirma o juiz Sergio Moro.

Post anterior

Lula pede habeas corpus no STJ para evitar prisão

Próximo post

Reavaliar a prisão em 2ª instância por conta de Lula seria “apequenar o Supremo”, diz Cármen Lúcia

Você pode gostar também:

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.