Redes Sociais

Política

Sérgio Cabral em Curitiba – Acabou a Mordomia

Davy Albuquerque

Publicado

em

Sérgio Cabral em Curitiba - Acabou a Mordomia 16

Diferentemente da rotina de regalias no presídio de Benfica, no Rio de Janeiro, o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) ficará sozinho numa cela de 12 metros quadrados no Complexo Médico-Penal de Pinhais, em Curitiba. Cabral também não poderá receber visitas de familiares por 30 dias, somente de seus advogados, que poderão levar roupas e cobertores. O encontro, porém, só poderá ocorrer no parlatório, uma sala onde o preso fala com a defesa por um telefone e separado por um vidro.

Confira as “mordomias” de Sérgio Cabral no Complexo Médico-Penal:

  • Revistas diárias antes e depois de cada banho de sol;
  • Revistas surpresas, com um aparato maior de segurança;
  • A cela de Cabral conta com 3 camas, 1 vaso e 1 tanque;
  • Dividirá 4 chuveiros com outros 54 detentos da galeria;
  • Terá apenas 3 refeições diárias;
    Café da manhã: pão, manteiga, leite e café
    Almoço e no jantar: salada, legumes, arroz, feijão e uma proteína.

“Ele [Cabral] vai ter um tratamento igual ao de todos os presos que entram no sistema. Cumprirá a triagem. Caso tenha bom comportamento, esse período pode ser encurtado em até 15 dias, para que possa voltar a receber familiares”, explica Luiz Alberto Cartaxo, diretor geral do Departamento Penitenciário (Depen) do Paraná.

Sérgio Cabral será o mais novo integrante da sexta ala do Complexo Médico-Penal, onde estão outros dez investigados e condenados da Operação Lava-Jato, como o ex-deputado Eduardo Cunha, André Vargas (PT), Gim Argello (PTB) e o lobista João Henriques.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Colunista político e editor-chefe do Conexão Política; Fundador do Movimento Brasil Conservador. Brasileiro com orgulho, cristão por convicção, política por vocação.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites