Redes Sociais

Política

Paulo Guedes diz que BNDES não pode ser fábrica de privilégios

Guedes participou do Fórum Nacional, que acontece no BNDES, no Rio de Janeiro, onde fez a declaração.

Redação

Publicado

em

Fabio Rodrigues Pozzebom | Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse hoje (10) que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) não pode ser uma fábrica de privilégios e que não pode escolher apenas algumas empresas para receber a maior parte dos investimentos.

A afirmação foi feita durante o 31º Fórum Nacional, que acontece no BNDES, no Rio de Janeiro.

De acordo com o ministro, o banco não pode exercer apenas o papel de ‘dar grana para gato gordo’.

Tem que acabar com essa história de [criar empreendimento] campeão nacional. Quem cria campeão nacional é o mercado. Isso aqui não pode ser uma fábrica de privilégios”, disse.

Segundo ele, o banco deveria ter um papel de investir em projetos de utilidade pública, como a política de saneamento, mas também na reestruturação financeira de estados e municípios, nas privatizações e no Programa de Parcerias de Investimentos (PPIs).

Com informações, Agência Brasil


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política. Contribua: apoia.se/conexaopolitica

Publicidade
2 Comentários

2 Comments

  1. Pingback: Em evento no BNDES, Guedes chora e diz que vai acabar com 'essa história de campeão nacional' – Jornal O Globo – Digitado

  2. Pingback: Paulo Guedes diz que BNDES não pode ser fábrica de privilégios – Conexão Política – Digitado

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoiar

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites