Redes Sociais

Política

Na posse de Fux, Marco Aurélio diz a Bolsonaro: “Eleito com mais de 57 milhões de votos; mandatário maior do país”

Marcos Rocha

Publicado

em

Reprodução

Durante a cerimônia de posse do ministro Luiz Fux como novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), na tarde desta quinta-feira (10), o ministro Marco Aurélio Mello se dirigiu ao presidente Jair Bolsonaro e fez um breve discurso.

A declaração foi dada no plenário da Corte e foi transmitida ao vivo pela TV Justiça.

“Saudação especial ao chefe de Estado e de governo, o presidente Jair Bolsonaro. Vossa Excelência foi eleito com mais de 57 milhões de votos, mas é presidente de todos os brasileiros. Continue na trajetória à vida. Busque corrigir as desigualdades sociais que tanto nos envergonham. Cuide especialmente dos menos afortunados. Seja sempre feliz na cadeira de mandatário maior do país”, declarou.

CONFIRA

ACENO A BOLSONARO?

Não é a primeira declaração do ministro que converge com pautas defendidas pelo Executivo.

Em junho, no STF, Mello foi o único a votar contra o inquérito das fake news. Na ocasião, ele afirmou: “Estamos diante de um inquérito natimorto, um inquérito do fim do mundo, sem limites”.

No final de agosto, em entrevista, o ministro disse que o presidente Jair Bolsonaro ‘vem atuando como se deve atuar’ e que ‘é preciso deixar o presidente trabalhar’, ao falar sobre um eventual processo de impeachment.

Na última terça-feira (8), Marco Aurélio declarou que o STF, durante a gestão do ministro Dias Toffoli, teve maior conotação política, o que não havia na época dele enquanto presidente da Corte, de 2001 a 2003.  “A austeridade prevalecia muito mais. O ministro Fux será mais cerimonioso no contato com os chefes dos Poderes”, declarou.

Indicado pelo então presidente Fernando Collor de Mello, em 1990, Marco Aurélio Mello é vice-decano do STF. Em 12 de julho de 2021 ele completa 75 anos e se aposentará compulsoriamente.

E você, leitor (a), qual a sua opinião sobre a recente postura do ministro? Deixe abaixo nos comentários.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

FALE COMIGO: [email protected] | Editor-chefe do Conexão Política | Residente e natural de Campo Grande/MS

alan correa criação de sites