Redes Sociais

Política

Luciano Ayan é preso em operação contra desvio e lavagem de dinheiro em SP

Redação

Publicado

em

Reprodução

Dois nomes próximos do Movimento Brasil Livre (MBL) foram presos na manhã desta sexta-feira (10) em uma operação realizada pela Polícia Civil, Ministério Público Estadual e Receita Federal.

Eles são investigados pelo desvio de mais de R$ 400 milhões de empresas, segundo a polícia. As informações são do G1.

De acordo com o MP, os presos Alessander Mônaco Ferreira e Carlos Augusto de Moraes Afonso – conhecido nas redes sociais como Luciano Ayan – são investigados por lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio.

São cumpridos seis mandados de buscas e apreensão e dois de prisão na cidade de São Paulo e em Bragança Paulista, no interior do estado.

Um dos mandados de busca, segundo a Folha, ocorre na sede do MBL na Vila Mariana, na Zona Sul da capital paulista.

O grupo, no entanto, nega a informação de que ambos seriam membros da entidade.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política. Contribua: apoia.se/conexaopolitica

alan correa criação de sites