Redes Sociais

Política

Governo Bolsonaro pretende cortar 21 mil cargos comissionados

Ministério de Paulo Guedes pretende enxugar gastos e promover um corte de 21 mil cargos comissionados no governo.

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Governo Bolsonaro pretende cortar 21 mil cargos comissionados 20
Leo Pinheiro | Valor Econômico | Agência O Globo

De acordo com os dados divulgados pela Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, a estimativa é de que o governo Bolsonaro economize R$ 209 milhões ao ano com o corte de 21 mil cargos comissionados.

O decreto com a reestruturação de funções e as chamadas gratificações técnicas em todas as pastas do governo deverá ser editado ainda este mês, segundo a secretaria.

Conforme mostra o Painel Estatístico de Pessoal do Ministério da Economia, o governo Temer terminou com 99.833 cargos comissionados, funções e gratificações técnicas.

Desse total, o Poder Executivo Federal detinha um total de 33.852 (33,9%); e as fundações federais, 14.629 (14,7%). As autarquias federais concentravam a maior parte dos cargos comissionados: 50.804 (50,9%).

Com a medida o governo acredita potencializar a capacidade de enxugar os gastos e cortar os cargos comissionados de forma efetiva, mas não detalhou a distribuição dos cortes por órgãos nem por tipos de cargos.

Com informações, Cauê Del Valle

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Professor, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites