Fachin enterra a organização criminosa comandada por Lula e Dilma

Autor: 1 comentário Compartilhar:

O ministro Edson Fachin enviou para a Justiça Federal do Distrito Federal a denúncia da PGR contra os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, os ex-ministros Antonio Palocci e Guido Mantega, e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

Todos eles, juntos da senadora Gleisi Hoffmann e dos ex-ministros Paulo Bernardo e Edinho Silva, foram denunciados, no final do ano passado, pelo então procurador-geral Rodrigo Janot, por suspeitas pelo crime de organização criminosa.

De acordo com a denúncia, o esquema envolveu propinas no valor de R$ 1,485 bilhão por meio da utilização da Petrobras, do BNDES e do Ministério do Planejamento. As ações teriam ocorrido no período em que Lula e Dilma ocupavam a Presidência da República.

A PGR disse, na época, que o grupo teria cometido “uma miríade de delitos, em especial contra a administração pública em geral”. Eles teriam atuado “com vontade livre e consciente, de forma estável, profissionalizada, preordenada, com estrutura definida e com repartição de tarefas”.

A denúncia deve ir para a 12ª Vara Federal.

Com informações, portal UOL.

Post anterior

Militares distribuem flores para moradoras de favela em operação no Rio de Janeiro

Próximo post

Ciro Gomes tem razão: Bolsonaro será derrotado e não chegará ao 2° turno; entenda

Você pode gostar também:

1 comentário

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.