Escrevente confessa que preparou documento de venda do sítio de Atibaia para o nome de Lula

Autor: Nenhum comentário Compartilhar:

Na manhã desta quarta-feira (21), o escrevente João Nicola Rizzi confessou em depoimento ao juiz Sergio Moro ter elaborado uma minuta de venda do sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), para transferir o imóvel do empresário Fernando Bittar para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a sua esposa Marisa Letícia por R$ 800 mil. O documento foi encontrado na casa do petista em São Bernardo do Campo.

O escrevente confirmou que, primeiro, lavrou as escrituras das duas propriedades em nome de Fernando Bittar e Jonas Suassuna no escritório de Roberto Teixeira, a pedido dele.

Nicola Rizzi disse que, também a pedido de Teixeira, elaborou então as minutas de venda do sítio. Os campos dos compradores foram deixados em branco, por orientação do advogado e compadre de Lula.

Segundo a denúncia do Ministério Público Federal, Lula ocultou a propriedade do imóvel, que no papel está em nome de Bittar. O petista também é acusado de ter recebido benfeitorias no valor de cerca de R$ 1 milhão em bens e obras de reforma a cargo de empresas como OAS e Odebrecht.

Post anterior

Família Bolsonaro viajará para a Ásia em busca de soluções para a educação

Próximo post

Universidade Federal de Brasília oferecerá como matéria ” O Golpe de 2016”

Você pode gostar também:

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.