Redes Sociais

Política

Cúpula quer PT fora da corrida presidencial caso Lula seja condenado

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Imagem: Reprodução

Nesta sexta-feira (15/12), o Partido dos Trabalhadores (PT) fará uma reunião geral para decidir os rumos internos da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva ao palácio do planalto. O evento “A Terceira Fase do Golpe” abordará o julgamento do ex-presidente.

Nos bastidores do evento, uma ala o partido defenderá a ausência da sigla na corrida presidencial caso o ex-presidente seja condenado em segunda instância – e haverá um discurso mais intenso sobre “perseguição política” e “golpe”.

O julgamento em segunda instância do processo do tríplex, que pode determinar a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições de 2018, foi marcado para o dia 24 de janeiro. Em julho, Lula foi condenado a nove anos e meio de prisão em primeira instância, pelo juiz Sergio Moro, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Professor, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho.

alan correa criação de sites