Redes Sociais

Política Externa

Os episódios que elevaram a tensão entre EUA e Irã

Ataque contra líder iraniano eleva tensões entre Washington e Teerã.

Guilherme L. Campos

Publicado

em

Os episódios que elevaram a tensão entre EUA e Irã 15
Reprodução

A execução do general iraniano Qassem Soleimani pelos Estados Unidos marca um ponto de virada na tensão que vem crescendo entre Washington e Teerã desde maio de 2018, quando o presidente americano Donald Trump desfez do acordo nuclear unilateral assinado entre o Irã e as principais potências globais em 2015.

Assim, decidimos listar os episódios que elevaram a tensão entre EUA e Irã.

Confira abaixo:

27/12/19: Membros do Kataeb Hezbollah atacam base iraquiana em Kirkuk, mata prestador de serviço americano e fere militares americanos e iraquianos presentes no local.

30/12/19: Em retaliação, EUA atacam cinco alvos do KH no Iraque e na Síria responsáveis pela morte do prestador de serviço civil americano. Operação matou cerca de 25 terroristas.

31/12/19: — Terroristas apoiados pelo Irã atacam e invadem embaixada dos EUA em Bagdad, depredando o prédio e colocando em risco todo o staff americano.

— Trump determina envio imediato de 750 militares do Immediate Response Force para proteção dos americanos em Bagdad.

02/01/2020: Departamento de Defesa dos Estados Unidos confirma a morte de Qasem Soleimani, general da Guarda Revolucionária Iraniana, grupo classificado pelos EUA como organização terrorista. Ataque teve por finalidade desestabilizar planos de ataque aos americanos.

03/01/2020: EUA determina o envio de mais 3 mil militares para o Oriente Médio em meio às ameaças iranianas aos Estados Unidos.

03/01/2020: Governo americano cita planos de Soleimani de atacar alvos militares, diplomáticos e financeiros no Líbano e Síria, justificando a decisão de Trump para matar o general iraniano.

03/01/2020: As ditaduras de Cuba e Venezuela condenam ataque dos EUA que matou Qasem Soleimani. Mais cedo, Rússia e China também condenaram os americanos. Cuba, Venezuela, Russia, China e Irã são grandes aliados.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Católico, Conservador, Correspondente Internacional, Observador Político e criador do 'The Right Talking'. Atualmente vive no estado da Pensilvânia, Estados Unidos.

Parceiros

alan correa criação de sites