Redes Sociais

Mundo

Vídeo: Grande incêndio ameaça antiga usina nuclear de Chernobyl

A área em torno da antiga usina nuclear de Chernobyl está assolada por um incêndio florestal há mais de uma semana

Thaís Garcia

Publicado

em

A antiga usina nuclear de Chernobyl, na Ucrânia, está ameaçada por um grande incêndio florestal. O incêndio, que já dura mais de uma semana e destruiu milhares de hectares, está a um quilômetro de distância da usina.

A mídia local informou que centenas de bombeiros foram acionados ​​para extinguir o incêndio.

As autoridades ucranianas investigam se o incêndio é criminoso. A polícia tem um suspeito, um homem de 27 anos.

Segundo as autoridades, o nível de radiação ao redor da usina nuclear não aumentou. Os resíduos nucleares armazenados na área também não estariam ameaçados, pois os edifícios seriam resistentes ao fogo e a floresta circundante já foi derrubada.

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky se pronunciou sobre o incêndio.

“O público deve ser informado da verdade e estar seguro”, disse Zelensky. Volodymyr Zelensky também agradeceu aos bombeiros por sua coragem.

Desastre nuclear
Em 1986, um desastre nuclear ocorreu em Chernobyl. A área ao redor da usina nuclear tornou-se inabitável.

O desastre, que se iniciou na sala de controle do reator 4, ocorreu na madrugada de 26 de abril de 1986. Um colapso nuclear resultou no pior desastre nuclear do mundo. O reator 4 foi completamente destruído e não restou muito da sala de controle. Ainda assim, com um pouco de imaginação, você pode imaginar durante uma visita como algumas decisões na sala de controle levaram à explosão do reator 4.

O desastre ocorreu na Usina V. I. Lenin, localizada na cidade de Pripyat, a cerca de 20 km da cidade de Chernobyl, na extinta União Soviética e atual território ucraniano. Quase 50 mil Km² de terra foram contaminados e pelo menos 31 pessoas morreram na explosão do reator e centenas morreram por sequelas e doenças relacionadas ao desastre radioativo.

Inicialmente, os soviéticos tentaram reduzir a gravidade do acidente. Mas, cerca de 350 mil pessoas tiveram que ser evacuadas em um raio de cerca de 30 Km, uma zona de exclusão que ainda permanece desabitada, exceto por cerca de 150 idosos residentes que retornaram ao local, apesar da proibição oficial.

Cientistas dizem que a área só estará segura para a vida humana em cerca de 24 mil anos.

Um incêndio nas proximidades de uma instalação nuclear como essa de Chernobyl sempre representa um risco.

Assista ao vídeo do incêndio.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites