Redes Sociais

Mundo

Trump: “Boris Johnson seria um excelente sucessor para Theresa May”

Thaís Garcia

Publicado

em

Trump: "Boris Johnson seria um excelente sucessor para Theresa May" 21
Imagem: AP

Segundo o presidente dos EUA, Donald Trump, Boris Johnson é considerado um “excelente” sucessor da primeira-ministra britânica, Theresa May. Trump disse isso em uma entrevista ao jornal inglês The Sun, alguns dias antes de sua visita oficial a Londres nesta semana.

“Eu estudei muito. Conheço os diferentes jogadores. Mas acho que o Boris faria bem o trabalho. Acho que ele seria excelente. Gosto dele, sempre gostei. Eu não sei será eleito, mas acho ele um cara legal, uma pessoa muito talentosa”, disse o presidente dos EUA ao The Sun.

Trump: "Boris Johnson seria um excelente sucessor para Theresa May" 22

Boris Johnson. (Imagem: Getty Images)

De acordo com Trump, outros candidatos também solicitaram seu apoio. Mas, o presidente optou por não dizer quem seriam estes.

No dia 7 de junho, Theresa May renunciará como líder do Partido Conservador e, portanto, também como primeira-ministra; devido ao fato de seu acordo ter sido novamente rejeitado pelo parlamento.

Nesta mesma entrevista, o presidente também criticou May, que teria sido fraca demais nas negociações. “O Reino Unido permitiu que a UE estivesse no controle. Eu disse à Theresa para armazenar munição.”, disse Trump.

No ano passado, o presidente dos EUA havia dado uma entrevista durante sua primeira visita de Estado ao Reino, afirmando que May havia ignorado seu conselho sobre as negociações do Brexit.

Visita

Nesta semana, o presidente Trump, acompanhado por sua esposa Melania e outros membros da família, chegou a Londres para uma visita de Estado de três dias à Grã-Bretanha.

Donald e Melania foram recebidos pelo príncipe Charles e sua esposa Camilla, após o desembarque do helicóptero americano no jardim do palácio, para uma recepção solene com honra militar. A Rainha Elizabeth II recebeu seus convidados americanos e Trump também falou com os membros da guarda de honra.

Desde sua ascensão em 1952, Elisabeth II encontrou todos os 11 presidentes americanos, exceto Lyndon B. Johnson.

A família Trump almoçou com a rainha e depois visitou o centro de Londres. À noite, retornaram ao palácio para um banquete de Estado. A mídia britânica informou que Trump estava acompanhado da esposa Melania, de sua filha Ivanka e do genro Jared Kushner.

Trump encerra sua visita nesta quarta-feira em Portsmouth, em uma reunião por ocasião do Dia D, o desembarque dos Aliados na França dominada pela Alemanha nazista, em 6 de junho de 1944.


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Correspondente Internacional na Europa. Cristã, casada, mãe e bacharel em Relações Internacionais.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites