Redes Sociais

Suécia

Escritora sueca conta a verdade sobre o ‘Sistema Legal Podre’ de seu país em carta aberta para Trump

Thaís Garcia

Publicado

em

Escritora sueca conta a verdade sobre o 'Sistema Legal Podre' de seu país em carta aberta para Trump 17
Bianca Muratagic

Em uma carta aberta ao presidente dos EUA, Donald Trump, a escritora sueca, cantora e combatente da liberdade, Bianca Muratagic, esclarece como funciona o sistema legal corrupto e injusto do seu país.

O artigo foi publicado no site da jornalista independente Katerina Janouch, Katerina Magasin e está sendo compartilhado nas redes sociais.

A carta de Bianca é uma resposta a um satírico “Manual da IKEA” dirigido a Trump, no qual dois suecos da indústria de publicidade, Hampus Elfström e Oscar Gierup, defendem o judiciário sueco e zombam do presidente Trump. O manual foi publicado pelo jornal liberal de esquerda Aftonbladet.

Bianca espera que seu artigo alcance Trump – para que ele possa julgar por si mesmo como o sistema legal da Suécia “funciona”.

“Manual da IKEA”

O “Manual da IKEA” recebeu muita atenção na grande mídia globalista sueca – que raramente perde uma oportunidade de zombar ou publicar mentiras descaradas e notícias falsas sobre Trump e também sobre um cantor de rap americano, A$AP Rocky, preso na Suécia.

Entre outras coisas, falsamente afirma que “na Suécia, todos são iguais perante a lei”, que a Suécia não se preocupa com Trump, seus tweets ou seus “ataques” e que “de fato”, apenas 10% da população sueca gosta ele. O que é um absurdo.

Muitos suecos gostam de Trump e desejam que a Suécia tenha um líder forte e capaz como ele, que coloque a Suécia, seu povo e sua segurança e bem-estar em primeiro lugar e antes de qualquer coisa e qualquer outra pessoa.

Manual de Bianca
Bianca espera que seu manual, “É assim que funciona o sistema legal sueco podre”, chegue a Donald Trump, e assim, ele possa julgar realmente como o sistema legal sueco “funciona”.

Leia na íntegra o artigo de Bianca.

“É assim que funciona o sistema legal sueco podre”

Oi Hampus e Oscar, os principais heróis da mídia! Eu vi o seu chamado “Manual da IKEA”, que vocês criaram para o presidente dos EUA, Donald Trump, e onde vocês, passo a passo, dão instruções e explicam como o sistema legal sueco funciona. Imagino que o estabelecimento mentiroso, como muitos outros inimigos e intimidadores, se regozijem em seu projeto de lazer, que não só zomba do Sr. Trump, mas também das vítimas do crime. Seria um prazer se vocês pudessem tomar um tempo, para olhar brevemente para o meu assim chamado manual, que resume o sistema legal sueco corrupto que zomba cada vez mais das vítimas e fica do lado do agressor. Vocês poderão ver isso, ponto por ponto, enquanto saboreiam seus leites de soja e mastigam seus canudos de papel ecológicos em Södermalm.

Aqui estão alguns exemplos de como “funciona”:

Você é suspeito de:
1. Atacar violentamente policiais.
2. Bater e fugir.
3. Excesso de velocidade.
4. Dirigir bêbado.

Você está liberado.
É assim que funciona “O SISTEMA DE JUSTICA SUECO”, sobre o qual vocês dois gênios falam.

Você está sob a influência de drogas e está correndo com um forte rifle Kalashnikov no meio de Malmö. De acordo com o tribunal do distrito de Malmö, você não cometeu um crime grave com armas e foi libertado.
É assim que funciona “O SISTEMA DE JUSTICA SUECO”, sobre o qual vocês dois gênios falam.

Você é um estuprador que mora na Suécia desde 2010 e tem uma autorização de residência permanente. Você foi multado quatro vezes por delitos menores de drogas, várias infrações de trânsito e por dirigir embriagado. Você não precisa ser deportado, porque a Suprema Corte considera que o estupro não é uma “exceção extrema”.
É assim que funciona “O SISTEMA DE JUSTICA SUECO”, sobre o qual vocês dois gênios falam.

Você e seus amigos estão cometendo uma violência brutal. O Supremo Tribunal reduz a pena para os seus amigos e eles não serão deportado porque são “vulneráveis” no seu país de origem, devido à doença mental.
É assim que funciona “O SISTEMA DE JUSTICA SUECO”, sobre o qual vocês dois gênios falam.

Você, junto com outros quatro amigos, estão estuprando e abusando de uma mulher por quatro horas em uma escadaria no bairro de Fittja, em Estocolmo. Todos vocês são processados, três por estupro bruto e dois por assistência. Todos vocês são libertados pelo Tribunal Distrital, embora três homens tenham reconhecido que fizeram sexo com a mulher, mas disseram que foi “voluntário”. O Chanceler da Justiça concede uma indenização de 195.000 a 220.000 coroas suecas para cada um. Isto é, violações financiadas por impostos. Você já ouviu falar disso?
É assim que funciona “O SISTEMA DE JUSTICA SUECO”, sobre o qual vocês dois gênios falam.

Você ou sua esposa (talvez os dois) abusaram de sua filha de cinco meses até a morte. Sim, você matou sua filha. Mas você culpa sua esposa e ela o culpa, um culpa ao outro – e adivinhe! Nenhum de vocês é processado.
É assim que funciona “O SISTEMA DE JUSTICA SUECO”, sobre o qual vocês dois gênios falam.

Agora, você e sua esposa recebem 164.000 coroas suecas por danos pelo tempo passado em custódia. Você é recompensado com dinheiro dos impostos – para você mesmo ou para qualquer um de vocês que tenha assassinado sua própria menina. Estes são assassinatos de crianças financiados por impostos.
É assim que funciona “O SISTEMA DE JUSTICA SUECO”, sobre o qual vocês dois gênios falam.

Você é uma mulher jovem preocupada que se sente insegura. Você quer ser capaz de se defender se for agredida e com este pensamento, sai à noite portando um spray de pimenta. Você será acusada de um crime.
É assim que funciona “O SISTEMA DE JUSTICA SUECO”, sobre o qual vocês dois gênios falam.

Você é uma mulher mais velha e que expressa falta de jeito com as mídias sociais. Você é um homem que compartilha sátiras e imagens de livros sobre uma determinada religião. Você é chamado para interrogatório policial e corre o risco de ser processado por incitação contra pessoas. Você corre o risco de multas ou prisão.
É assim que funciona “O SISTEMA DE JUSTICA SUECO”, sobre o qual vocês dois gênios falam.

Você vem como um “refugiado” para a Suécia, você mente sobre sua idade, status e histórico. Você está enganando o Estado, o país e seu povo por dinheiro. Apesar disso, você e 9.000 de seus compatriotas que carecem de asilo e proteção precisam permanecer na Suécia, enquanto o nosso governo “feminista” e políticos criam uma nova lei para você durante a noite.

Um tapete vermelho é colocado para homens adultos que foram rotulados como “menores” pela mídia e por nossos governantes, apesar de mais de 80% serem adultos. Você é um “menor” de rua com 10 identidades diferentes que constantemente comete crimes. No entanto, a polícia deve libertá-lo. Você custa aos contribuintes grandes quantias em dinheiro.

No momento em que escrevi no Google, as informações que a polícia de Uppsala divulgou informaram que “a página não pode mais ser encontrada”. Tento usar outra, falha novamente, embora não haja nada de errado com minha internet. Você já ouviu falar que o YouTube e o Google estão removendo e censurando mídias alternativas que estão analisando e questionando o poder? Como você e seu amigo que as chamam de “notícias falsas”.
É assim que funciona “O SISTEMA DE JUSTICA SUECO”, sobre o qual vocês dois gênios falam.

O Sr. Donald Trump deveria mandar esta realidade e seu manual direto para vocês, dois garotos-sojas, brancos, privilegiados e avessos à realidade, tentando abafar, apontando pontos banais e zombando de um presidente que se levanta pelo próprio povo e por um afro-americano. Uma estrela do rap americano, que foi grotescamente tratado e preso por um mês na Suécia por ter sido atacado, agindo em autodefesa e por ter visto meninas que passavam por assédio sexual por dois “refugiados” do Afeganistão, que foram libertados de todas as acusações e suspeitas. Que podem ir de férias para o Irã, apesar de que ambos terem um passado criminoso pesado.
É assim que funciona “O SISTEMA DE JUSTICA SUECO”, sobre o qual vocês dois gênios falam.

Atenciosamente,
BIANCA MURATAGIC

Leia o artigo de Bianca em inglês AQUI.


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Correspondente Internacional na Europa. Cristã, casada, mãe e bacharel em Relações Internacionais.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites