Redes Sociais

Mundo

Soros nomeia como presidente de sua fundação o CEO da Smartmatic, empresa acusada de fraude eleitoral nos EUA

Thaís Garcia

Publicado

em

O magnata globalista George Soros nomeou Mark Malloch-Brown, CEO da Smartmatic, empresa acusada de fraude nas eleições nos Estados Unidos, como presidente da Open Society Foundation, sua fundação.

“Aplaudo a liderança de Patrick Gaspard nas Fundações da Open Society em um mundo atormentado pelo não-liberalismo. Mark Malloch-Brown será o novo presidente da Open Society. Ele está profundamente familiarizado com seu trabalho e compartilha minha visão de filantropia”, escreveu Soros em 4 de dezembro, no Twitter.

Mark Malloch-Brown, agora o novo presidente da fundação, já fazia parte da diretoria da entidade.

O advogado do presidente Donald Trump, Rudy Giuliani, havia anteriormente falado que “George Soros conspirou com os democratas para favorecer Joe Biden e arrancar a vitória do candidato republicano”.

Além disso, a advogada independente Sidney Powell denunciou que a Dominion Voting Systems implantou em suas urnas eletrônicas um algoritmo (criado pela empresa Smartmatic, com vínculo com o Regime Socialista da Venezuela) programado para alterar os votos de Trump a favor de Biden.

A jurista acrescentou que a enxurrada de votos a favor de Trump foi tão alta que o algoritmo saiu do controle e por isso as máquinas ficaram paralisadas.

Tanto a Dominion quanto a Smartmatic negam todas as acusações.