Redes Sociais

Mundo

Anunciados os candidatos do Partido Conservador para substituir premiê britânica Theresa May

Avatar

Publicado

em

Yui Mok / AP

Nesta segunda-feira (10), dez candidatos foram anunciados para substituir Theresa May como líder do Partido Conservador e, consequentemente, um deles assumirá o cargo de primeiro-ministro do Reino Unido.

Theresa May deixou a liderança do partido na sexta-feira, 7 de junho, mas permanece como primeira-ministra até que seu sucessor seja anunciado. Na semana de 22 de julho, segundo o conselho do Partido Conservador, o novo nome para primeiro-ministro deverá ser anunciado.

A primeira rodada de votação, para começar a reduzir o número de candidatos aos dois últimos, será na manhã de quinta-feira (13), segundo o jornal britânico The Guardian. Os primeiros resultados devem sair às 13 horas (9 horas em Brasília).

Os candidatos são:

1) Andrea Leadsom, parlamentar. Em 2016, disputou com May o cargo de primeira-ministra;

2) Boris Johnson, parlamentar, ex-ministro de Relações Exteriores e ex-prefeito de Londres, um dos líderes da campanha do Brexit;

3) Dominic Raab, ex-ministro da Justiça e ex-ministro do Brexit, defendia a saída da União Europeia antes mesmo do referendo de 2016;

4) Esther McVey, parlamentar e ex-secretária de Trabalho e Aposentadoria, defende um Brexit com ou sem acordo;

5) Jeremy Hunt, ministro de Relações Exteriores, atuou na campanha pela permanência na UE, mas atualmente defende o Brexit;

6) Mark Harper, parlamentar, também defendeu a permanência, mas agora acredita que a melhor solução é um Brexit com acordo;

7) Matt Hancock, ministro da Saúde e ex-ministro da Cultura, também defendia a permanência, mas atualmente prefere a saída com um acordo;

8) Michael Gove, ministro do Meio Ambiente, liderou a campanha pela saída da União Europeia durante o plebiscito em 2016 e concorreu ao cargo de primeiro-ministro no mesmo ano;

9) Rory Stewart, ministro de Desenvolvimento Internacional, fez campanha pela permanência na UE, mas diz ter “aceitado” o Brexit;

10) Sajid Javid, ministro do Interior, apoiou a permanência em 2016, mas diz que o fez ‘com o coração pesado e sem entusiasmo’.


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Cristão, conservador — o termo usado por idiotas é extrema direita: pró-vida, pró-família, pró-armas —, pedagogo, escritor e poeta. Vivo de poesia pra não morrer de razão. — www.andersonsandes.net

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites