Redes Sociais

Mundo

Queda de avião no Irã: As vítimas do voo PS752

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: Colagem

Um Boeing 737-800 da Ukraine International Airlines caiu logo após a decolagem no Irã na quarta-feira (8), matando todas as 176 pessoas a bordo. No total, 82 iranianos, 63 canadenses, 11 ucranianos, 10 suecos, 4 afegãos, 3 alemães e 3 britânicos estavam a bordo do voo PS752 com destino a Kiev, disse o ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Vadym Prystaiko.

O chefe de operações de emergência do Irã disse que 147 das vítimas eram iranianas, o que sugere que muitos dos cidadãos estrangeiros têm dupla nacionalidade.

A companhia aérea divulgou uma lista de passageiros que está no final dessa reportagem.

Vítimas
A vítima mais jovem do desastre é a menina Kurdia Molani, de apenas 1 ano. Ela estava ao lado de seus pais, Evin Arsalani, de 30 anos, e Hiva Molani, de 38. A família voltava para a cidade de Ajax, em Ontário, no Canadá.

A menina Kurdia Molani e a mãe Evin Arsalani.

Omid Arsalani disse à emissora nacional da CBC no Canadá que sua irmã Evin Arsalani (30) viajou ao Irã para assistir a um casamento com seu marido, Hiva Molani (38), e sua filha de um ano, Kurdia. Todos os três foram mortos na queda.

“Ela estava feliz, viu membros da família, todas as pessoas da família que não vê há anos”, disse Arsalani.

Um professor de doutorado do Canadá, Dr. Faisal Moola, publicou no Twitter que uma de suas alunas estava entre as vítimas.

“Um dos meus maravilhosos alunos de doutorado, Ghanimat Azdahri, estava no avião que caiu em Teerã nesta manhã. Ghanimat estava voltando a caminho da @uofg, depois de visitar sua família e territórios nativos tradicionais no Irã durante as férias de dezembro. Os alunos e eu sentimos muito.”, disse Moola.

A Federação de Professores da Escola Secundária de Ontário (OSSTF) comunicou em sua conta no Facebook que Alina Tarbhai, moradora de Toronto, também estava entre as vítimas.

Alina Tarbhai.

“Ela foi respeitada e querida por todos. Sua morte representa uma perda profunda para todos nós que trabalhamos com ela”, disse Harvey Bischof, presidente do OSSTF, em um comunicado. Ela também era uma voluntária ávida dos escoteiros do Canadá e uma “alma amável e generosa”, de acordo com um amigo no Facebook.

Também foi confirmado que Forough Khadem, de Winnipeg, estava no voo. Ela foi descrita como um excelente talento científico e uma “estrela em ascensão” pela professora associada da Universidade de Manitoba, Jude Uzonna, com quem estudou durante seu doutorado.

Khadem, de Winnipeg.

“Forough era uma cientista promissora e uma amiga querida”, disse seu colega Eftekharpour no Twitter. Ele a descreveu como uma de suas melhores alunas – um talento ambicioso que conseguiu um doutorado em imunologia e recebeu vários prêmios por seu trabalho.

Khadem estava visitando sua família em Teerã, e Jude Uzonna disse que elas haviam brevemente se comunicado por texto. Ela estava preocupada com a situação de segurança no Irã, mas Forough havia garantido a amiga que estava voltando para o Canadá.

Pedram Mousavi e Mojgan Daneshmand, um casal que dava aulas de engenharia na Universidade de Alberta no Canadá, foram mortos na queda do avião, juntamente às duas filhas, Daria, 14, e Dorina, 9.

Pedram Mousavi e Mojgan Daneshmand, com suas duas filhas, Daria, 14, e Dorina, 9.

A Universidade de Windsor, em Ontário no Canadá, confirmou que cinco pessoas de sua escola haviam morrido na queda do avião. O aluno de doutorado Hamid Kokab Setareh e sua esposa Samira Bashiri, que também era pesquisadora na escola, estavam entre os mortos.

Hamid Kokab Setareh e sua esposa Samira Bashiri.

“Foi uma notícia muito devastadora. Não aguentei e tive que conduzir a aula, mas fiquei muito emocionado e com raiva. Não sabia o que fazer no momento porque não esperava nada disso”, disse o professor de Setereh, Afshin Rahimi, à CTV News.

Arash Pourzarabi (26), e Pouneh Gourji (25), eram estudantes de graduação em Ciência da Computação na Universidade de Alberta no Canadá e haviam ido ao Irã para se casarem, disse Reza Akbari, presidente da Sociedade Iraniana do Patrimônio de Edmonton à Reuters.

Os recém-casados Arash Pourzarabi e Pouneh Gourji.

Três cidadãos britânicos estavam entre as vítimas. Mohammed Reza Kadkhoda Zadeh, dono de uma lavanderia em West Sussex, o engenheiro da BP Sam Zokaei, de Twickenham, e um estudante de doutorado e engenheiro Saeed Tahmasebi, que morava em Dartford.

Mohammed Reza Kadkhoda Zadeh, Sam Zokaei e Saeed Tahmasebi estavam todos a bordo.

Há um mês, Tahmasebi se casou com sua parceira iraniana, Niloufar Ebrahim, que também foi listada como passageira do voo PS752.

Saeed Tahmasebi e sua esposa Niloufar Ebrahim.

Cidadãos suecos também estão entre as vítimas do voo. Acredita-se que muitos deles também tenham cidadania iraniana.

A mídia sueca informa que várias crianças estavam entre as vítimas.

Entre as vítimas, há uma família: Raheleh e Mikael Lindberg, 37 e 40 anos, morreram com seus dois filhos, Erik, 9, e Emil, 7.

Raheleh e Mikael Lindberg, com seus dois filhos, Erik e Emil.

Segundo o jornal Aftonbladet, há outra vítima menor, uma menina de 15 anos.

O Ministério das Relações Exteriores da Suécia confirmou que suecos estavam entre os mortos, mas não forneceu mais detalhes.

Nove dos onze cidadãos ucranianos mortos eram funcionários da Ukraine International Airlines (UIA). Valeriia Ovcharuk, 28, e Mariia Mykytiuk, 24, estavam entre as comissárias de bordo que morreram.

Em suas contas de mídia social, que agora estão sendo preenchidas com tributos, elas frequentemente compartilhavam fotografias de suas viagens.

 

Há duas semanas, Valeria postou uma foto sua em um hotel em Bangkok com a legenda: “Trabalho, eu te amo”.

Ihor Matkov e outros três comissários de bordo, Kateryna Statnik, Yuliia Solohub e Denys Lykhno, foram nomeados pela companhia aérea como vítimas do voo PS752.

Três pilotos estavam a bordo do voo PS752, o capitão Volodymyr Gaponenko, o primeiro oficial Serhii Khomenko e o instrutor Oleksiy Naumkin. Todos os três tinham entre 7.600 e 12.000 horas de experiência pilotando uma aeronave 737, segundo a companhia aérea.

Um ex-piloto da UIA disse que voou junto a cada um dos três pilotos. Escrevendo no Facebook, o piloto Yuri os descreveu como “grandes pilotos”.

Motivo da queda
O governo ucraniano não descarta a hipótese do avião civil ter sido atingido por um míssil.

Zelenski disse nesta quinta-feira (9) que o governo ucraniano também leva em conta outras causas. Ele mantém contato com o presidente iraniano, Hassan Rohani, e prometeu apurar toda a verdade sobre esta tragédia.

O Secretário de Segurança de Kiev disse estar analisando vários cenários, como um ataque terrorista, a explosão do motor, ou a possibilidade do Boeing ter sido alvo de um míssil antiaéreo.

Os investigadores ucranianos pretendem efetuar buscas no local da queda do avião, à procura de destroços do míssil.

O secretário de segurança da Ucrânia, Oleksi Danylov, anunciou que, neste inquérito, participam peritos que estiveram envolvidos na investigação da queda do voo MH17 da companhia aérea da Malásia. Um avião que foi abatido, em 2014, por um míssil disparado por separatistas russos, em território ucraniano, e que provocou a morte de 298 pessoas.

A resposta da queda do avião no Irã estará nas caixas-pretas.

O chefe da agência de aviação civil iraniana, Ali Abedzadeh, informou que não entregará a caixa-preta do avião ucraniano que caiu nesta quarta-feira (8) ao fabricante de aviões Boeing.

Veja a lista completa de vítimas do acidente:

Abaspourqadi Mohamm 1986
Abbasnezhad Mojtaba 1993
Abtahiforoushani Seyedmehran 1982
Aghabali Iman 1991
Agha Miri Maryam 1973
Ahmadi Motahereh 2011
Ahmadi Muh Sen 2014
Ahmadi Rahmtin 2010
Ahmadi Sekinhe 1989
Ahmady Mitra 1973
Amirliravi Mahsa 1989
Arasteh Fareed 1987
Arbabbahrami Arshia 2000
Arsalani Evin 1990
Asadilari Mohammadhossein 1996
Asadilari Zeynab 1998
Ashrafi Habibabadi Amir 1991
Attar Mahmood 1950
Azadian Roja 1977
Azhdari Ghanimat 1983
Badiei Ardestani Mehraban 2001
Bashiri Samira 1990
Beiruti Mohammad Amin 1990
Borghei Negar 1989
Choupannejad Shekoufeh 1963
Dadashnejad Delaram 1993
Daneshmand Mojgan 1976
Dhirani Asgar 1945
Djavadi Asll Hamidreza 1967
Djavadi Asll Kian 2002
Ebnoddin Hamidi Ardalan 1971
Ebnoddin Hamidi Kamyar 2004
Ebrahim Niloufar 1985
Ebrahimi Khoei Behnaz 1974
Eghbali Bazoft Shahrokh 1960
Eghbali Bazoft Shahzad 2011
Eghbalian Parisa 1977
Elyasi Mohammad Mahdi 1991
Emami Sayedmahdi 1959
Emami Sophie 2014
Eshaghian Dorcheh Mehdi 1995
Esmaeilion Reera 2010
Esnaashary Esfahani Mansour 1990
Faghihi Sharieh 1961
Falsafi Faezeh 1973
Falsafi Faraz 1988
Farzaneh Aida 1986
Feghahati Shakiba 1980
Foroutan Marzieh 1982
Ghaderpanah Iman 1985
Ghaderpanah Parinaz 1986
Ghafouri Azar Siavash 1984
Ghandchi Daniel 2011
Ghandchi Dorsa 2003
Ghasemi Ariani Milad 1987
Ghasemi Dastjerdi Fatemeh 1994
Ghasemi Amirhossein 1987
Ghasemi Kiana 2000
Ghavi Mandieh 1999
Ghavi Masoumeh 1989
Gholami Farideh 1981
Ghorbani Bahabadi A 1998
Golbabapour Suzan 1970
Gorji Pouneh 1994
Haghjoo Saharnaz 1982
Hajesfandiari Bahareh 1978
Hajiaghavand Sadaf 1992
Hajighassemi Mandieh 1981
Hamzeei Sara 1986
Hasani/sadi Zahra 1994
Hashemi Shanrzad 1974
Hassannezhad Parsa 2003
Hatefi Mostaghim Sahan 1987
Hayatdavoudi Hadis 1992
Jadidi Elsa 2011
Jadidi Pedran 1991
Jamshidi Shadi 1988
Jebelli Mohammaddam 1990
Kadkhoda Zaden Mohammaddam 1979
Kadkhodazaden Kasha 1990
Karamimoghadam Bahareh 1986
Katebi Rahimen 1999
Kaveh Azaden 1979
Kazerani Fatemeh 1987
Khadem Forough 1981
Kobiuk Olga 1958
Lindberg Emil 2012
Lindberg Erik 2010
Lindberg Raheleh 1982
Lindberg Mikael 1979
Madani Firouzeh 1965
Maghsoudlouestarabadi Siavash 1976
Maghsoudlouesterabadi Paria 2004
Mahmoodi Fatemeh 1989
Malakhova Olena 1981
Malek Maryam 1979
Maleki Dizaje Fereshteh 1972
Mamani Sara 1983
Mianji Mohammadjavad 1992
Moeini Mohammad 1984
Moghaddam Rosstin 2010
Mohammadi Mehdi 1999
Molani Hiva 1981
Molani Kurdia 2018
Moradi Amir 1998
Morattab Arvin 1984
Moshrefrazavimoghaddam Soheila 1964
Mousavi Daria 2005
Mousavi Dorina 2010
Mousavibafrooei Pedram 1972
Nabiyi Elnaz 1989
Naderi Farzahen 1981
Naghibi Zahra 1975
Naghib Lahouti Mehr 1987
Nahavandi Milad 1985
Niazi Arnica 2011
Niazi Arsan 2008
Niknam Farhad 1975
Norouzi Alireza 2008
Nourian Ghazal 1993
Oladi Alma 1992
Omidbakhsh Roja 1996
Ovaysi Amir Hossein 1978
Ovaysi Asal 2013
Pasavand Fatemeh 2002
Pey Alireza 1972
Pourghaderi Ayeshe 1983
Pourjam Mansour 1966
Pourshabanoshibi Naser 1966
Pourzarabi Arash 1993
Raana Shahab 1983
Rahimi Jiwan 2016
Rahimi Razgar 1981
Rahmanifar Nasim 1994
Razzaghi Khamsi Ni 1974
Rezai Mahdi 2000
Rezae Hossain 1999
Saadat Saba 1998
Saadat Sara 1996
Saadat Zeinolabedin 1990
Saati Kasra 1972
Sadeghi Alvand 1990
Sadeghi Anisa 2009
Sadeghi Mirmohammad 1976
Sadeghi Sahand 1980
Sadighi Neda 1969
Sadr Niloufar 1958
Sadr Seyednoojan 2008
Saeedinia Amirhosse 1994
Safarpoorkoloor Pe 1999
Saket Mohammadhosse 1986
Salahi Moh 1988
Saleheh Mohammad 1987
Saraeian Sajedeh 1993
Setareh Kokab Hamid 1988
Shadkhoo Sheyda 1978
Shaterpour Khiaban 1988
Soltani Paniz 1991
Tahmasebi Khademasa 1984
Tajik Mahdi 1999
Tajik Shahram 1998
Tarbhai Afifa 1964
Tarbha Alina 1988
Toghian Darya 1997
Zarei Arad 2002
Zibaie Maya 2004
Zokaei Sam 1977

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

Parceiros

alan correa criação de sites